Isolamento de passageiros portugueses em voos indiretos de Inglaterra e Brasil

LISBOA, 6 de março (Reuters) – Passageiros que voam indiretamente do Reino Unido ou Brasil para Portugal devem apresentar um teste Covit-19 negativo 72 horas antes da partida e ficar isolados por duas semanas a partir de domingo, informou o Ministério do Interior. No sábado.

A mudança visa fechar a lacuna que permitiu aos viajantes do Reino Unido e do Brasil chegarem a Portugal.

Os voos comerciais ou privados diretos para o Reino Unido e o Brasil estão proibidos desde janeiro para evitar a disseminação do COVID-19.

Os voos humanitários diretos e de retorno ainda serão aprovados, mas os passageiros devem apresentar um teste COVID-19 negativo feito 72 horas antes da partida e ficar isolado por 14 dias.

As atividades serão revistas no dia 16 de março.

O Ministro do Turismo de Portugal disse à BBC na sexta-feira que Londres suspendeu a proibição de viagens internacionais de 17 de maio, acreditando que o teste foi negativo para turistas britânicos ou demonstrou imunidade COVID-19.

Portugal, que relatou 808.405 casos no estado-19 e 16.486 mortes até agora, começará a deportação na próxima semana após uma sentença de prisão devastadora.

(Relatório de Victoria Walters; Carlos Serrano editado em espanhol)

READ  Sporting CB quer que João Mário assine definitivamente ao Inter, afirma a imprensa portuguesa

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

PorAqui