Alonso ficou confuso com o “mal” de reduzir o desempenho português

Ian Parks e Evan Gale

1 de maio de 2021 sábado 19:30

Fernando Alonso admitiu estar confuso com o declínio do desempenho do seu alpino, que ficou preso na fase do Grande Prémio de Portugal.

Os espanhóis estiveram confortáveis ​​durante os treinos, terminando em quinto lugar na sessão de sexta-feira à tarde, mas em 13º na qualificação, atrás da Williams de George Russell e do Alfa Romeo de Antonio Giovanni.

Embora não soubesse por que o desempenho diminuiu entre as sessões, Alonso elogiou o progresso que a Alpine mostrou no fim de semana.

“Acho que não tenho a velocidade desde que corri no primeiro trimestre”, disse Alonso. “Do FB3 ao Q1 perdemos a sensação do carro e o desempenho do carro, então isso foi uma coisa ruim.

“Ainda estamos explorando o que faz com que um segundo perca velocidade, mas agora não podemos fazer nada.

“Ainda estou animado com tudo neste fim de semana. O carro está muito bom, muito animado e muito competitivo em todas as sessões, então este é um grande passo para nós.”

Enquanto o companheiro de equipe Stephen O’Connor terminou em sexto depois de avançar para a Q3 com pneus macios, Alonso tem observado a estratégia de divisão com sua picareta de borracha livre para obter um resultado positivo para a equipe.

“Talvez não estejamos na posição que deveríamos estar, mas a escolha do pneu é livre para nós”, disse o bicampeão.

“É bom ter duas possibilidades, de certa forma, como equipe, com dois pilotos. Acho que é um fim de semana muito, muito positivo.”

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

PorAqui