Um 2º contingente de médicos militares alemães chega a Portugal para ajudar no combate ao COVID-19

Uma foto tirada em 3 de fevereiro de 2021 mostra oficiais portugueses dando as boas-vindas a profissionais médicos militares alemães no Aeroporto Militar Figo Maduro, em Lisboa, Portugal. (Foto: Xinhua)


Uma foto tirada em 3 de fevereiro de 2021 mostra paramédicos militares alemães pousando no Aeroporto Militar Figo Maduro, em Lisboa, Portugal. (Foto: Xinhua)

Uma foto tirada em 3 de fevereiro de 2021 mostra paramédicos militares alemães sendo vistos em um ônibus no aeroporto militar Figo Maduro em Lisboa, Portugal. (Foto: Xinhua)

Portugal recebeu na terça-feira uma segunda equipe de especialistas em saúde militares alemães para ajudar o país a tratar pacientes com COVID-19.

O avião de transporte militar alemão pousou no aeroporto militar de Figo Maduro, em Lisboa, e o grupo foi recebido por membros do governo português antes de os médicos aceitarem os seus cargos no hospital da Luz.

O Secretário de Estado da Saúde de Portugal, Diego Cerros Lopez, agradeceu “imensamente” à segunda equipa.

Disse que o contributo da primeira equipa, que chegou a Portugal há três semanas e partiu a 25 de fevereiro, foi “muito importante durante o período extraordinariamente difícil, e esta segunda equipa vai também dar um excelente contributo”.

Cerras Lopez disse a repórteres que, apesar da recente queda no número de novos casos de vírus corona, a pressão sobre os hospitais portugueses continua alta.

O Secretário de Estado dos Recursos Humanos e Veteranos de Guerra, Caderina Cermento, afirmou: “Esta é uma crise para todos. Portugal sempre teve uma grande tradição de solidariedade com outras nações”.

Martin Ney, embaixador da Alemanha em Lisboa, disse que a ajuda alemã continuará por mais seis semanas, apesar da evolução da situação epidêmica em Portugal.

READ  Abel Ferreira, técnico do Palmeras, reflete sobre crise do Covit no Brasil

“A equipa médica alemã vai continuar a trabalhar com os médicos portugueses para salvar vidas, tal como foi conseguido com sucesso nas últimas três semanas”, afirmou o embaixador.

A ajuda alemã a Portugal teve início em 25 de janeiro, na sequência de um pedido do ministro da Defesa alemão, Annegret Gromb-Garnbauer, à ministra da Saúde de Portugal, Marta Demido.

Portugal registou 63 novos óbitos relacionados com COVID-19 e 1.032 novas infecções nas últimas 24 horas. O país registrou 16.086 mortes e 799.106 infecções desde o surto.

Um total de 3.012 pacientes foram admitidos no hospital, dos quais 597 estão em terapia intensiva e 4.567 estão recuperados.

Enquanto o mundo luta para controlar a epidemia, está a ser vacinado com vacinas contra o coronavírus já aprovadas em Portugal e outros países.

Enquanto isso, 255 vacinas candidatas estão sendo desenvolvidas em todo o mundo – 73 delas em testes clínicos – em países como Alemanha, China, Rússia, Grã-Bretanha e Estados Unidos, de acordo com dados divulgados pela Organização Mundial de Saúde na terça-feira.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

PorAqui