Aria: espaço forma profissionais de dança gratuitamente em Piedade

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email
Espaço Aria | Foto: Divulgação

O Aria Espaço de Dança e Arte, localizado no bairro de Piedade, no Jaboatão dos Guararapes, existe há 26 anos, com a finalidade de educar e profissionalizar, gratuitamente, crianças, jovens e adultos em situação de vulnerabilidade social, através da arte. Fundado pela bailarina Cecília Brennand, a princípio como uma escola de dança particular, em 2004, passou a ser uma instituição sem fins lucrativos.

“O espaço foi construído do zero. Como moradora de Piedade, vi no local uma possibilidade para integrar a dança e outras artes, como a música. Era uma visão compartilhada entre eu e minha professora, Mônica Japiassu”, lembra Cecília.

São trabalhados três módulos de danças e artes no espaço | Foto: Divulgação

Numa viagem para Fortaleza, a fundadora conheceu o projeto Edisca, que trabalha com inclusão de crianças na arte da dança. Deste momento, Cecília deu início aos flertes com o meio social, e hoje, segundo o último relatório, em 2017, o centro trabalha com 450 alunos com idade a partir dos seis anos.

Módulos

As atividades são divididas em três módulos: Formação Arte-Educadora, Artística e Profissional. No primeiro, as crianças passam por iniciação musical, balé clássico, evangelização, língua portuguesa e raciocínio lógica. O segundo é realizado com jovens a partir dos 14 anos. Neste momento, eles recebem as cadeiras de balé clássico, dança contemporânea e evangelização.

O módulo de Formação Artística também foi o ponto de partida para o surgimento da Cia Sopro de Zéfiro, que realiza musicais e turnês pelo mundo. No último, de formação profissional em dança, os alunos recebem durante dois anos, disciplinas como história da dança, fisiologia do movimento, preparação física e noções de música.

Musical desenvolvido pelo Aria “Ser tão Ariano” | Foto: Divulgação

Inscrições

Devido à alta procura por vagas, o processo seletivo é realizado anualmente, sempre no mês de janeiro. São realizados exames de aptidão, entrevistas e análise psicossocial para determinar a entrada do aluno, caso seja necessário.



comment 6 comentários

  1. O sonho da minha princesa é ser bailarina e até agora não pude realizar esse sonho ela tem 6 anos. Hoje dentro do transporte coletivo tinha uma aluna aria perguntei quanto custava o curso de balé e ela disse que era gratuito fiquei feliz pois é a oportunidade que minha princesa precisa para realizar seu sonho espero conseguir uma vaga com vocês pra ela. Parabéns pela oportunidade que vocês estão dando as pessoas de realizar seus sonhos, pensava que era pago nunca imaginei que fosse gratuito. Ficarei no aguardo do início das inscrições para inscrever minha princesa Nayara Fernandes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *