Semana da Mulher com programação especial no Cinema do Museu

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher (8 de março),  o Cinema do Museu, da Fundação Joaquim Nabuco, terá uma grade de programação especial. Será uma semana dedicada ao olhar feminino nas produções cinematográficas, a partir desta quinta-feira (9).

Três longas serão exibidos no local: Toni Erdmann, da alemã Maren Ade; O Que Está por Vir, da francesa Mia Hansen-Love; e Eu, Olga Hepnarová, produção tcheca de Petr Kazda e Tomás Weinreb, são os nomes de destaque.

Eu, Olga Hepnarová
Biografia. De Petr Kazda, Tomás Weinreb. Com Michalina Olszanska. Olga é uma jovem crescida em uma família que nunca a aceitou pelo fato de ser homossexual. 

(foto: Reprodução/Eu, Olga Hepnarová)

Atacada e pressionada por todos os lados da sociedade, Olga começa a isolar-se ainda mais em seu próprio mundo. Alienada e solitária, Olga fará escolhas trágicas que a levarão a cometer atos que marcaram a história. Horários: (QUI 09/03 14h | SAB 11/03 16h | DOM 12/03 18h | TER 14/03 14h)

O que está por vir
Ficção. De Mia Hansen-Løve. Com Isabelle Huppert, André Marcon, Roman Kolinka, Edith Scob, Sarah Le Picard. Horários: (QUI 09/03 16h | SEX 10/03 17h | SÁB 11/03 14h, 18h | TER 14/03 16h | QUA 15/03 14h50).

(foto: Divulgação/O que está por vir)

Segundo o crítico da Folha de S. Paulo, Cássio Starling Carlos, a película reverbera questões equivalentes às postas por "Aquarius", como o anacronismo e a dissintonia. Outro tema comum aos dois longas, de acordo com ele, encontra-se na ênfase que ambos dão às experiências de transmissão, ao que se pode passar adiante ou se perder enquanto envelhecemos.

No papel central, Isabelle Huppert proporciona normalidade e veracidade à personagem, num desempenho de intenso contraste com o da mesma atriz em "Elle".

Toni Erdmann
Ficção. De Maren Ade. Com Peter Simonischek, Sandra Huller, Michael Wittenborn. Winfried é um senhor que gosta de levar a vida com bom humor, fazendo brincadeiras que proporcionem o riso nas pessoas. Seu jeito extrovertido fez com que se afastasse de sua filha, Ines, sempre sisuda e extremamente dedicada ao trabalho.

(foto: Divulgação/Toni Erdmann)

Percebendo o afastamento, Winfried decide visitar a filha na cidade em que ela mora, Budapeste. A iniciativa não dá certo, resultando em vários enfrentamentos entre pai e filha, o que faz com que ele volte para casa, mas reaparecendo um tempo depois sob o alter-ego de Toni Erdmann, especialista em contar mentiras bem-intencionadas a todos que ela conhece. 

Na sua estreia, dia 10/03 (amanhã), o filme será apresentado pela cônsul da Alemanha, Maria Könning-de Siqueira Regueira. 

Horários: (SEX 10/03 19h | DOM 12/03 15h | QUA 15/03 19h20).

Os ingressos custam R$ 14 (inteira) e R$ 7 (meia). O Cinema do Museu fica na Avenida Dezessete de Agosto, 2187.  


O jornal de bairro evoluiu. No PorAqui, você encontra estações de conteúdo hiperlocal e colaborativo.

Para baixar o aplicativo: Android iOS

Sugestões e colaborações: casaforte@poraqui.news



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *