Todo mundo pode ter uma horta em casa. Curso em Aldeia ensina como

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email
Acervo de Simone Miranda

O lado rural de Simone Miranda falou mais alto depois de um tempo morando apertada em um apartamento em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. De uns anos para cá, vem ficando cada vez mais na casa do companheiro, Thilo Schmidt, em Aldeia.

Ali, se sente realizada, principalmente quando está com as mãos na terra, plantando e sentindo o cheiro de suas hortaliças e flores comestíveis. No domingo (25), Simone estará ministrando uma oficina de horta para pequenos espaços, perfeito para quem deseja cultivar alimentos em vasos, podendo ser em apartamento ou casa com pequenos jardins.

“Na oficina, vou dar noções básicas sobre jardinagem e horticultura, adubação orgânica e nutrição vegetal. O aluno aprende teoria e prática e leva para casa uma apostila, sementes, mudas, terra e vasos”, detalha Simone.

O curso será das 9h às 13h, no Sítio Banguê, que fica no início da Estrada dos Macacos (Rua Oscar Steiner) no sentido de quem entra pelo km 4,5 da Estrada de Aldeia. Custa R$ 120 com tudo incluído.

Como conciliar desenvolvimento econômico e preservação ambiental

Simone ensina a construir hortas há sete anos
Simone ensina a construir hortas há sete anos

Segundo Simone, que é agrônoma e há sete anos dá aulas de produção de hortas, é possível cultivar uma infinidade de alimentos em pequenos vasos, entre eles couve, abobrinha, tomate, manjericão, pimentas e bredo.

Durante o curso, ela ensina também uma técnica simples e bem barata de gotejamento, que pode ser usada para molhar a horta enquanto o dono da casa viaja, por exemplo.

É possível conhecer melhor o trabalho de Simone acessando a página do Facebook Melihortas. Para reservar vaga no curso de hortas em pequenos espaços, o telefone de contato é o (081) 99769-5236.

 

 



comment 3 comentários

  1. Tenho em Setúbal uma mini-horta de temperos na varanda do apartamento. E em Aldeia, uma outra horta orgânica. O maior problema com o clima úmido daqui é a cochonilha, que exige cuidados. É preciso também ficar atento ao excesso de água no período do inverno chuvoso - ou a seca excessiva no verão. Quanto às flores comestíveis, sugiro uma matéria sobre o tema. Vi uma vez um livro sobre o assunto na Livraria Cultura, mas nunca mais o encontrei e perdi a oportunidade de comprá-lo. Quando ao Por Aqui, é uma iniciativa pioneira muito massa.
  2. Recomendo o curso pois a Simone é uma super profissional. Tirem o melhor proveito deste verdadeiro privilégio que é produzir e consumir seu próprio alimento, o que é certamente um dos benefícios de se morar em Aldeia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *