Furtos e assaltos na UFPE: saiba como proceder

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email

Atualmente com uma população flutuante de cerca de 50 mil pessoas, o Campus Recife da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) é uma grande área com um público variante ao longo do dia. 

A grande extensão e a entrada e saída de pessoas facilita a ação de bandidos e, por vezes, furtos, assaltos e até casos de assédio e estupro são registrados na parte interna e nos arredores da universidade.

Segundo o Superintendente de Segurança Institucional, Armando Nascimento, a universidade conta com um efetivo de segurança com 300 servidores e 191 terceirizados que efetuam rondas 24h por dia no Campus Recife.

Na última terça-feira (7), um casal foi preso em flagrante realizando furtos em veículos estacionados dentro da universidade, nas proximidades do Centro de Artes e Comunicação (CAC). Em fevereiro, outros três casos de furtos a veículos já haviam sido registrados nos arredores do Centro de Tecnologia e Geociências. 

A apreensão foi realizada pelo 12º Batalhão da Polícia Militar, através do sistema de segurança integrado, mas o caso foi descoberto através das câmeras de segurança.

“Em fevereiro nós registramos os casos em que os furtos foram efetivados, mas desta vez a ação foi flagrada pelas câmeras do Kule 360, um equipamento de segurança desenvolvido pela UFPE em parceria com a Banksystem. Ele fica próximo ao CAC e atualmente conta com 10 câmeras, iluminação e alarme”, revela o superintendente.

PROCEDIMENTOS – Em caso de furtos, assaltos e situações de assédio dentro do campus, a vítima deve se dirigir à Central de Segurança, localizada na entrada principal da universidade. 

“Procuramos dar todo o apoio às vítimas, registrando os casos, realizando buscas e encaminhando para a delegacia para a realização do boletim de ocorrência”, afirma Armando Nascimento. 

O procedimento deve ser adotado por estudantes, servidores e membros da comunidade que transitam pelo campus. Contatos e denúncias podem ser realizados através do Whatsapp (81) 99159.5452 ou no telefone (81) 2126-8061.

“A equipe de seguranças é dividida em quatro turmas, obedecendo a uma escala de 12 por 36 horas. A ronda é permanente e realizada com o apoio de 13 carros, nove motos, 22 câmeras e do Kule 360 (perto do CAC). Nossa estrutura conta também com a Gerência de Investigação, o Grupo Tático Operacional (GTO) e a Operação Campus Seguro, realizada através de um Sistema Integrado com o 12º Batalhão da Polícia Militar”, explica Nascimento.

Kule 360 faz a segurança nos arredores do CAC (Foto: UFPE/Divulgação)

Você já foi vítima dentro da UFPE? Compartilhe sua história com a gente, nos comentários ou no colabore@poraqui.news. O PorAqui é uma plataforma colaborativa.   


O jornal de bairro evoluiu. No PorAqui, você encontra estações de conteúdo hiperlocal e colaborativo.

Para baixar o aplicativo: Android e iOS

Sugestões e colaborações: varzea@poraqui.news



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *