Fiocruz recruta moradores da Várzea para teste de vacina contra dengue

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email
(Foto: Reprodução)

A Fiocruz, na Cidade Universitária, está recrutando voluntários que morem na Várzea para testar, em Pernambuco, a primeira vacina brasileira contra a dengue. Desenvolvida pelo Instituto Butantan, de São Paulo, a vacina já vem sendo testada com moradores do bairro vizinho, Engenho do Meio.

Na Várzea, o trabalho será focado principalmente nas crianças e adolescentes com idades entre dois e 17 anos. O objetivo dessa etapa de teste, a terceira, é comprovar a eficácia da vacina.

(Foto: Ascom/Fiocruz)

Assim como vem ocorrendo no Engenho do Meio, uma equipe formada por enfermeiras irá fazer visitas de casa em casa, passar informações sobre o teste e convidar as famílias a participarem. Além disso, os pesquisadores da Fiocruz também irão realizar ações nas escolas do bairro em busca de voluntários. Aceitando, será agendado exame físico e entrevista com o candidato na Fiocruz PE. Apto, ele será vacinado.

LEIA TAMBÉM:

Inverno, umidade e mofo: lute como um morador da Várzea

Além da faixa etária, para participar o pré-requisito é ser uma pessoa saudável que já teve ou não dengue. As crianças e adolescentes que forem participar do teste, como voluntários, necessitam da autorização do pai e da mãe pra integrar o estudo.

Os participantes serão transportados para a Fiocruz e receberão certificado médico para cada dia que precisarem comparecer ao Centro de Pesquisas. Os vacinados serão acompanhados por uma equipe de saúde, por cinco anos, para verificar a duração da proteção oferecida pela vacina, que é feita de vírus vivo enfraquecido e protege contra os quatro tipos de vírus dengue.

Do total de participantes, 2/3 receberão a vacina e 1/3, placebo, uma substância com as mesmas características da vacina, mas sem efeito. A finalidade é descobrir, a partir de exames, se quem tomou o imunizante ficou protegido e quem tomou o placebo contraiu ou não a doença. A previsão é que a vacina seja testada, nesta etapa, em 1200 voluntários do bairro da Várzea.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *