Caxangá ganha novo retorno para a Várzea a partir de hoje (13)

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email

A partir de hoje (13), quem estiver na Av. Caxangá, sentido Camaragibe, agora tem uma nova opção de retorno e acesso à Várzea e à Cidade Universitária, na Zona Oeste do Recife, próximo ao cruzamento da Rua Dona Inês Correia de Araújo.

Vai funcionar da seguinte forma: vindo pela Caxangá, sentido Camaragibe, os motoristas poderão entrar na Rua Pedro Ernesto (a segunda à direita após o Caxangá Golf Club), que antes era mão dupla e passa a ser mão única, dobrar na primeira à esquerda (Rua Dona Inês Correia de Araújo, que também deixa de ser mão dupla), e realizar o giro à esquerda na Caxangá, cruzando a vida, e acessando o sentido Centro.

Assim, quem estiver trafegando pela Caxangá e quiser adentrar a Várzea, não precisa mais ir até o retorno próximo à Unidade de Pronto Atendimento Professor Paulo Cavalcanti (UPA da Caxangá), que era a única possibilidade existente na via neste trecho. Basta entrar à direita na Rua Tôrres Homem e acessar o bairro.

A mudança foi implantada pela Prefeitura do Recife, por meio das Autarquias de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) e de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb), e a ideia é diminuir a retenção de veículos no retorno próximo à UPA.

comment 24 comentários

  1. seria bom olharem com mais cuidado para o retorno feito pela Rua Emiliano Braga e Chaves Batista. Todos os dias há um congestionamento imenso, pois esse retorno concentra o fluxo vindo de três locais: caxangá, general Polidoro e BR.

  2. Tem que ativar o retorno já pronto após a UPA, e desativar os sinais de entrada a esquerda no cruzamento,ficando apenas dois sinais no cruzamento com isso aumentando o fluxo de carro e deixando de emperrar a faixa do BRT, será possível que ninguém vê isso? Já está pronto é só executar.

    1. Extamamente. Moro próximo e infelizmente tenho que "invadir" a faixa do BRT pra entrar na rua de casa. Isso afeta muito o fluxo pq metade dos carros ficam atravessados entre as faixas devido as 3 possibilidades de caminho diferente para dua mãos opostas.

  3. Gostaria de ajuda do site para fazer pressão à CTTU sobre o engarrafamento diário que ocorre nas ruas Emiliano Braga, General Polidoro e João Sales de Menezes. Além do alto número de veículos que precisam acessar à Av. Caxangá tem o agravante de vias de mãos duplas e estacionamento permitidos nos duas faixas de rolamento da Rua João Sales de Menezes, daí os imprudentes trafegam pela contramão e causam um verdadeiro transtorno.

  4. O mais interessante e mais um importante ninguém destes órgãos de trânsito encheram, o que causa transtornos na vida de quem mora ou trabalha no bairro da Várzea é a saída do bairro pela Av. Afonso Olindense seguindo pela Rua Rodrigues Ferreira, pois todos os dias o engarrafamento começa antes do antigo Coliseu em fila tripla até chegar na Av. Caxangá, isso é que deveria ser visto esse retorno é igual ao Viaduto novo da Caxangá não serve pra nada.

    1. é verdade! Tem dias que levamos mais de 1h para sair do bairro da Várzea. Fora as colisões constantes que tem ocorrido, uma vez que os ônibus fazem o retorno para a itegração pela Rua Rodrigues Ferreira.

  5. Rapaz, só quem conhece a Várzea pelo Google Maps pra fazer uma porqueira dessas.
    A Rua Torres Homem é uma via estreira, praticamente residencial, com vários carros estacionados na via, a noite é bastante esquisita e não dá uma boa saída para quem quer ir para a Várzea. Pois ela é entrada da Brasilit. A prefeitura faz um investimento desse sem fazer estudo nem pesquisa no local. Aguardem os transtornos e os assaltos.

  6. Era melhor ter investido em infraestrutura na praça que fica após o posto de gasolina e ter colocado o sinal no antigo retorno. Aí sim seria uma entrada descente, com via larga e de escoamento rápido.

  7. A CTTU deve ser gerida por carroceiros so pode, que jumentice o problema não e o retorno para entrar na Varzea e sim para sair dela. Para entrar tem inumeras alternativas depende de onde vem, para sair e onde o bicho pega, deveriam mudar o fluxo e voltar como era antes e fazer o retorno por traz do posto shell cruzando a mesma dai só teria um sinal apenas para resolver ambos os casos.

  8. Por favor! Façam uma reportagem com a CTTU sobre os congestionamentos constantes na rua Professor Chaves Batista, que em grande parte é mão dupla e ainda é permitido estacionar, na saída da CDU(Várzea), pois acumula o trânsito da Av. General Polidoro (pela Emiliano Braga), da BR 101 (pela Rua João Sales de Menezes).

  9. Tá aqui o real motivo da implementação da gambiarra… vai atender muito bem os nobres que frequentam o clube e tem dificuldade de sair de lá em direção a zona sul, livrando-os do engarrafamento que atormentam e vai continuar atormentando milhares de plebeus todos os dias. Aos moradores da Várzea sobrou o benefício de passar por uma favela para ter acesso ao bairro.

    https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=1575484502491284&id=176922765680805

  10. A prefeitura faz do jeito que ela quer pois eles não tráfego pelo local.nao sabem de nada.Tem perguntar aos moradores e trafega. E outra o retorno o da várzea deveriam colocar sinais de trânsito.

  11. Essa torres Homem é uma favela muito perigosa e estreita. Fica na entrada da favela Ninhos das cobras. Os carros e caminhões que entrarem juntos nessa rua ficarão presos… Bastava abrir a antiga entrada da várzea e usar a torres homem apenas para saída da várzea. Quem projetou isso aí, com certeza nem anda por aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *