6 coisas que você não sabia sobre a Várzea

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email

Você mora na Várzea, sempre está passando pela General Polidoro ou pela Afonso Olindense, mas será que sabe onde começa e termina o bairro? O PorAqui  levantou dados históricos e atuais sobre o bairro para você conhecer, relembrar e espalhar por aí:

1. Nosso bairro é um dos mais antigos da cidade!

Surgiu no século XVI, como uma pequena povoação originária do Engenho Santo Antônio, e hoje, em 2017, é o segundo maior bairro em extensão do Recife, com 22,55 km².

(Crédito: Reprodução/Internet)

2. Onde hoje é a Várzea, havia, no século XVI, 16 engenhos

Juntos, formavam a chamada Várzea do Capibaribe. Mais à frente, no século XVII, os três principais engenhos da região eram o Engenho Santo Antônio, o Engenho São João e o Engenho do Meio, que atualmente é um dos nossos bairros vizinhos.

3. Hoje o bairro da Várzea é um só, mas seus limites são uma confusão! 

Brasilit, Rosa Selvagem, Vila Arraes, Sítio Wanderley e Campo do Banco são Zonas Especiais de Interesse Social (Zeis) do bairro da Várzea. A UR-7 também faz parte do nosso bairro! “UR” significa Unidade Residencial.

(Crédito: Atlas do Desenvolvimento Humano no Recife/Divulgação)

4. O que é a Cidade Universitária, famosa CDU?

É o bairro que abriga o Campus Recife da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e o prédio da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). A CDU tem apenas 1,6 km² e é um dos bairros menos populosos do Recife, com apenas 818 habitantes, segundo o Censo 2010 do IBGE. A Cidade Universitária e a Várzea se misturam o tempo todo!

5. Quantos somos

Também segundo o Censo do IBGE, éramos, em 2010, 70.453 varzeanos. Hoje, em 2017, com certeza somos um pouco mais.

6. “A melhor e mais bela moradia”

E voltando aos séculos passados, em 1630 o belga Adriaen Verdonck conheceu a região que mais tarde seria o bairro da Várzea e disse “a melhor e mais bela moradia dentre os melhores lugares de Pernambuco e de onde vem o melhor e a maior parte do açúcar”.

O açúcar não está mais aqui, mas a Várzea… a Várzea segue sendo o melhor cantinho da cidade!



comment 6 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *