Há 30 anos, moradores reclamam por pavimentação em rua de Setúbal

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email
Foto: Suzana Souza/PorAqui

No meio do bairro tinha uma pedra. E não só uma, mas várias: a Rua Cruzeiro do Forte nunca recebeu pavimentação e é um ponto de descaso no meio do bairro de Setúbal, Zona Sul do Recife.

Moradora da via há mais de 30 anos, Dulce Rodrigues conta que a situação da Cruzeiro do Forte sempre é horrível no período de chuvas. “Tanto a minha casa quanto a dos meus vizinhos inunda. E é com aquela água de barro, areia mesmo. É sempre um caos”, lamenta.

Já Rubiane Xavier, moradora da Rua Izabel Magalhães, ressalta que a reivindicação para o recapeamento da sua rua já tem mais de 20 anos: “Os moradores se sentem desprestigiados mais uma vez pela administração da cidade que continua a nos ignorar como parte da comunidade de Setúbal. Afinal, no trecho Barão de Souza Leão – Baltazar Passos é a única rua sem asfalto”.
O PorAqui procurou a Autarquia de Urbanização do Recife (URB), responsável pela captação de recursos para contratar projetos e obras de pavimentação e drenagem para diversas vias da cidade.
“Recebemos a solicitação via câmara de vereadores e já foi respondida. Atualmente não dispomos de recursos para pavimentação de vias, logo não há previsão para executar a obra”, informou a assessora de imprensa da URB, Paula Vasconcelos. Mas, ainda segundo a assessora, a Rua Izabel Magalhães e a Rua Cruzeiro do Forte estão entre as prioridades da Autarquia.

Obras no bairro


Mutirão de vizinhos que pintaram a faixa de pedestres da Rua Sá e Souza (foto: Daniel Uchôa)

Na última sexta (13), o mutirão tapa-buracos passou pelo bairro de Setúbal em 13 localidades. Foram beneficiadas com intervenções parte das ruas Visconde de Jequitinhonha (no trecho entre as ruas Capitão Zuzinha e Baltazar Passos); Cônego Romeu; Almirante Batista Leão; José Paraíso; Antônio Passos; José Moreira Leal; Isabel Magalhães; Mário Souto Maior; Major Armando de Souza Melo; General Salgado; Sá e Souza (no trecho entre as ruas Cônego Romeu e Izabel Magalhães); Compositor Ataulfo Alves; e Heiji Gemba.

Para além das obras oficiais, os moradores do bairro também fazem seus mutirões e resolvem os problemas de Setúbal com as próprias mãos. Foi o caso da repintura da faixa de pedestres da Rua Sá e Souza. ?

Além disso, ações futuras como a pintura de outras vias e a implantação de lixeiras com sacolinhas plásticas para catar o cocô dos cachorros estão entre os planos dos moradores proativos do bairro. ?

O que você não sabe sobre as ruas de Setúbal



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *