4 motivos para você frequentar o Espaço Agroecológico de Setúbal

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email

Já conhece o Espaço Agroecológico de Setúbal, que, quando surgiu, há um ano, era chamado de feira agroecológica de Setúbal?

O espaço foi criado pelas moradoras Etiane Lisboa, Lu Rabello e Joanna Lessa, participantes do Coletivo Setúbal. Pra elas, a feira é de todos. “Quem cria realmente a feira são os moradores e pessoas que vendem, nós apenas idealizamos o projeto”, diz Etiane.

Se você ainda não conhece o Espaço Agroecológico de Setúbal, o PorAqui te dá 4 bons motivos para você ir até lá neste sábado (10), das 7h às 10h30, e participar das trocas e da feira de orgânicos.

Conheça os trucks do food park Arena Degusta em Setúbal

1. É perto de casa

O item mais óbvio da lista, mas também o que mais interessa pra quem mora no bairro: a feira fica numa localização central em Setúbal. À beira do Canal do Rio Azul, por trás do Colégio Americano, o pessoal da feira chega cedinho e se instala na Rua Juaréz Távora.

Quem ajudou a estabelecer um local pra feira foi Daniel Uchôa, morador do bairro e bem ativo nas ações de melhoria da qualidade de vida PorAqui. Mais um fato de que a feira é colaborativa e feita pelas pessoas do bairro.

2. Interação com os vizinhos

Uma das partes mais legais de participar de uma feira dentro do bairro e feita pelos moradores é essa: você tem a possibilidade de encontrar seus vizinhos e amigos, além de promover um espaço de trocas. O pessoal do Coletivo Setúbal costuma organizar mensalmente eventos temáticos para unir a turma, como o Café Coletivo.

O evento é inspirado no que acontece lá no bairro das Graças: basta levar algum alimento, bebida e banquinho, almofada ou canga. O objetivo é socializar e dividir boas ideias de melhoria da qualidade de vida no bairro.

A próxima edição do café da manhã colaborativo acontece neste sábado (11), às 10h30.

3. Você contribui para a economia local e sabe da onde vem seu produto


(foto: Suzana Souza/PorAqui)

Na feira não existe nada de relação impessoal. Você sabe exatamente da onde vem o produto que está consumindo e pode conversar com as pessoas que de fato plantaram ou participam da cadeia produtiva do alimento.

Joanna, uma das idealizadoras do projeto, moradora do bairro e professora da Universidade Federal Rural de Pernambuco, recentemente fez uma experiência interessante com seus alunos de licenciatura. Ela os levou até a feira orgânica e eles tiveram a missão de perguntar para os agricultores e consumidores/colaboradores da feira: “O que você aprende no Setúbal Agroecológico?”.

“Ambos enfatizaram haver muita aprendizagem e troca de experiência. Desde receitas a informações sobre saúde. Mas um ponto importante enfatizado foi a relação de convivência e sociabilidade que faz com que o espaço não se restrinja a mera comercialização de produtos”, comenta Joanna.

4. Cuidar da saúde

(foto: divulgação/Facebook Setúbal Agroecológico)

O principal produto do Espaço Agroecológico continua sendo a feira de orgânicos, apesar do Espaço agora ser muito mais amplo e contar com diversas ações de interação no bairro.

“Fazer feira no Setúbal Agroecológico é garantia de se alimentar com comida de verdade e encontrar os amigos… Amigos que um dia foram pela primeira vez comigo e outros que conheci na feira. Lá você encontra comidinhas maravilhosas do Sítio 7 Estrelas, suco com sabor de infância (suco de azeitona preta/jamelão), pães deliciosos e remédios maravilhosos vendidos por Seu Arcir”, comenta Ana Elisa, moradora do bairro há 22 anos.

? Espaço Agroecológico de Setúbal
? Rua Juaréz Távora, na beira do Canal Rio Azul
? Todos os sábados
⏰ das 7h às 10h30



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *