Exposição revela o olhar dos Meninos do Coque sobre o local onde vivem

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email

Das partituras para as lentes fotográficas: 11 crianças e jovens, dos oito aos 15 anos, que participam da Orquestra Criança Cidadã (OCC) Meninos do Coque, tiveram uma experiência diferente das que costumam ter no projeto.

Eles foram selecionados para participar da Incursão Fotográfica Meninos do Coque, que irá render uma exposição, com abertura nesta quarta (6), às 19h30, seguindo até o próximo domingo (10), na Caixa Cultural do Bairro do Recife, com apoio da Empresa Pernambucana de Turismo – Empetur. A exposição será celebrada com apresentação musical do Clube do Choro da OCC.

Foram três encontros, entre o final de julho e o início de agosto: no primeiro, os meninos conheceram um pouco da história do Coque; no segundo, tiveram noções básicas de fotografia; no último encontro, foi dia de botar a mão na massa, fazendo os registros fotográficos de próprio punho.

(Foto: Divulgação)

A Incursão faz parte de uma série de atividades anuais que a OCC deve desenvolver para manter o selo de Escola Associada da Unesco. A partir de um tema, escolhido pela própria Unesco, são desenvolvidas as atividades.

A Organização das Nações Unidas proclamou 2017 como Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento. “Então, nossas atividades tiveram como tema ‘Turismo de Base Sustentável’”, conta Gabryella Boudoux, produtora de eventos da OCC, que supervisou a Incursão.

As oficinas foram coordenadas pelos monitores Leandro Roberto (a quem coube a curadoria da exposição), Ronald Santos e Calini Brito, que também são instrumentistas da Orquestra Criança Cidadã.

“Nos encontros, falamos de especulação imobiliária, meio ambiente e de riqueza cultural. Havia várias manifestações culturais do Coque que os meninos desconheciam. Depois da incursão, eles passaram a ter mais propriedade sobre o lugar onde vivem”, relata Gabryella.

Carlos Germano, 14 anos, é morador do Coque e aluno da OCC, onde toca violoncelo. Ele foi um dos participantes da Incursão Fotográfica. “O mais legal foi a visão diferente que a gente teve de um lugar que as pessoas não dão muito valor. A gente aprendeu a dar esse valor”, conta.

(Foto: Divulgação)

Para fotografar, ele escolheu a Praça da Piriquita, um lugar pleiteado desde que seu avô ainda era vivo. “Eu me impressionei porque era uma obra que vinha desde a época dele, que ele lutou muito para que fosse feita. Hoje ela tem iluminação, até”, diz o jovem.

“A maior contribuição para os meninos foi essa questão da autoestima, de eles se reconhecerem como parte dessa sociedade, do Coque, e a importância que eles têm”, conta Gabryella.

SERVIÇO
Exposição Incursão Fotográfica Meninos do Coque
Abertura: Quarta (6), às 19h30, com apresentação do Clube do Choro da Orquestra Caixa Cultural Recife | Av. Alfredo Lisboa, 505 – Bairro do Recife
Visitação: 06 a 10/09/2017
Entrada gratuita (a distribuição de ingressos será feita uma hora antes da apresentação, sujeita a um ingresso por pessoa)

comment 1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *