Experimentalismo musical e sonoro estão no Rumor

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email
Foto: Caio Sales

A música ainda é (e, certamente, será) território artístico inesgotável a ser explorado e destrinchado em suas possibilidades. Ainda mais quando se coloca em diálogo com outras linguagens, possibilitando ainda mais e mais intersecções e resultados híbridos diversos.

Para mergulhar nesse emaranhado tão coeso (desculpem o paradoxo) de sons e criatividade, começou, nesta semana, o Rumor – Ciclo de Arte Sonora e Experimental. Serão oficinas e apresentações gratuitas, em vários lugares do Recife e Olinda, inteiramente ligadas à experimentação sonora e musical, que seguirão até dezembro.

As apresentações do Rumor acontecerão nas seguintes datas e locais:

26/10 (quinta) | Hrönir (PE) – Edf. Texas, às 20h
16/11 (quinta) | Flora Holderbaum (SC) – MauMau Galeria, às 20h
29/11 (quarta) | Thomas Rohrer & Ute Wassermann (ALE/SUI) – Sexto Andar/Edf. Pernambuco, às 21h
13/12 (quarta) | Lilian Campesato (SP) – Teatro Hermilo Borba Filho, às 20h
21/12 (quinta) | Bestiarium (PE) – Casbah Olinda, às 21h

As oficinas começaram nesta terça (24), com Introdução a Arte Sonora, com Thelmo Cristovam, no Departamento de Música da UFPE,a na Cidade Universitária. As próximas serão de Voicelab, em 28 de novembro, com Ute Wasserman – CCBA – Centro Cultural Brasil Alemanha, 19h às 21h; e “Música(s) e Feminismo(s)”, com Lílian Campesato, nos dias 11 e 12 de dezembro, no Portomídia, 14h às 17h.

As inscrições para as oficinas do Rumor devem ser feitas enviando email para rumorexp@gmail.com, com nome completo e RG.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *