Coletivo Pátio Criativo é trincheira de resistência e produção

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email
Reprodução/Facebook Pátio Criativo

Em meio ao cenário desolador e ao descaso do poder público com o Pátio de São Pedro, três corações pulsam fortemente, apostando no potencial do complexo cultural localizado no bairro de São José, no Centro do Recife. O coletivo Pátio Criativo é um espaço onde cultura e economia criativa são o carro-chefe dessa resistência.

Funcionando desde o último Carnaval, no sobrado de número 52, o Pátio Criativo é uma junção da garra coletiva de Paula Santa (empreendedora criativa e “curiosa das artes”), Ronaldo Patrício (relações públicas, fotógrafo e terapeuta holístico) e José Carvalho (empresário do setor de comércio e alguém muito interessado em arte e cultura).

Eles uniram forças e ideias para transformar o espaço num foco de ações a atividades que visam a dar novo fôlego ao local. “A ideia é nos juntarmos para movimentar o Pátio de São Pedro, ressignificar o Pátio, sem esperar do poder público. Ser essa força de resistência, de mostrar que o Pátio está vivo”, diz Paula.

(Foto: Divulgação)

O sobrado tem três andares, onde o Pátio Criativo vem tocando ações diversas. No 1º andar, está o Brechó & Loja Criativa. No Brechó, trabalha-se com roupas seguindo o conceito de slow fashion (uma tendência comum na Europa, que foca, em resumo, no conceito moda sustentável, incentivando a consciência ética e ambiental).

E na Loja estão presentes produtos de 16 artistas (de Pernambuco, Minas Gerais e Bahia), dos mais variados tipos: cadernos artesanais, quadrinhos, livros, camisetas, ilustrações, artesanato do movimento Goiana Criativo, CDs de artistas como Mestre Galo Preto e Orquestra Contemporânea de Olinda, entre outros.

Já o 2º andar é reservado para abrigar eventos artísticos, como exposições, performances, instalações. “No último dia 5 (de agosto), tivemos a performance Inconsistências, dos artistas João Lin e Hassan Santos, que foi linda”, comenta Paula.

(Foto: Divulgação)

Às sextas-feiras, a partir das 17h, também acontecem as aulas de percussão (pandeiro e zabumba) com o mestre Negro Grilo. As aulas podem ser individuais ou em turma. E a primeira aula (experimental) é grátis.

Alguns eventos também vêm sendo realizados no local, como o Fuá no Pátio, que teve início apenas no Coletivo, mas se estendeu ao Pátio de São Pedro como um todo, contando com o apoio dos comerciantes locais. Já participaram do Fuá o Som na Rural de Rogê de Renor, DJ Pós e outros artistas. Três edições já foram realizadas.

“Nós três (Paula, Ronaldo e José) que estamos à frente, mas já conseguimos formar o coletivo de comerciantes, que é uma ação conjunta onde nós procuramos discutir entre nós e também junto à Prefeitura as ações que o poder público têm responsabilidade”, ressalta Paula.

O Caruru das Pretas, evento gastronômico que tem o caruru como protagonista (além do vatapá e o xinxim da galinha), também já foi agregado ao Fuá no Pátio e promete se repetir, em breve, garante Paula.

Também já está agendada a inclusão do Coletivo Pátio Criativo na próxima edição da Mostra de Teatro Alternativo do Recife Outubro ou Nada.

Coletivo Pátio Criativo
Pátio de São Pedro, casa 52 – São José
Terça a sexta, das 10h às 18h
Sábados, das 10h às 16h
Contato: (81) 9 9503-6966, Facebook e Instagram



comment 1 comentário

  1. O pátio criativo é tudo de bom!! Destas três figuras maravilhosas, Paula, Zé Carvalho e Ronaldo só podia ser coisas lindas mesmo. O Pátio Criativo veio para ficar!Quem ainda não conhece vale muito a pena!Ah... esqueceram de falar do maravilhoso caldinho de feijão hummmm e todas as comidinhas que tem lá.Maravilhoso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *