Antiquário Bons Tempos: uma paixão que passou de pai para filha

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email
Leonardo Vila Nova/PorAqui

Em meio à boemia que pulsa diariamente na Rua Mamede Simões, em Santo Amaro, Centro do Recife, existe um pequeno mundo que reúne uma infinidade de tantos outros. É o antiquário Bons Tempos, loja especializada em peças antigas e que faz brilhar os olhos de quem chega lá.

De peças decorativas até as funcionais, de um tudo se encontra lá: pratarias, quadros, arte sacra, lustres e uma diversidade de outros objetos que são o sonho de qualquer colecionador. Peças nacionais e importadas, de tempos e culturas diversas.

(Foto: Leonardo Vila Nova)

O antiquário Bons Tempos nasceu da paixão de um pai. Paixão essa que foi abraçada pela filha. Juntos, Carlos Benevides e Marília Benevides tocam o negócio, numa parceria que confere ao Bons Tempos uma aura aconchegante e acolhedora.

Fascinado pelo universo das antiguidades – em especial, a arte sacra – Carlos Benevides foi um colecionador inveterado de peças antigas. “Eu herdei isso de meu pai, que gostava muito de antiguidades. Fiquei encantado com aquilo, pelo gosto que ele tinha”, conta Carlos.

(Foto: Leonardo Vila Nova/PorAqui)

Aos 17 anos, comprou a primeira peça de sua coleção: um Santo Antônio. Daí, não parou mais. De lá para cá, até mesmo viagens para o exterior já fez em busca de peças antigas. “O pessoal de casa se preocupava: ‘É um louco! Vai ficar liso!’, do tanto que eu investia comprando essas coisas”.

Já Marília, a filha, cresceu em meio a esse universo. “Eu tenho uma memória afetiva muito marcada na minha infância, de sempre conviver com isso, as pessoas chegarem lá em casa e, encantadas, comentarem como lá tinha muita arte, que era diferente”, lembra Marília.

“Fui absorvendo isso do meu pai e também essa coisa de compartilhar, contar a história de cada peça. Isso é bem marcante e até hoje, para mim, é apaixonante”, continua ela.

(Foto: Leonardo Vila Nova/PorAqui)

A coleção de Benevides foi aumentando, ganhando uma dimensão muito maior do que a própria casa poderia abarcar. E há 10 anos essa paixão, que ficava restrita ao ambiente familiar, abriu as portas ao público, em forma de loja.

“Foi importante termos esse espaço aqui, no centro da cidade. Oxigenar esse mercado e trazer um público novo para esse ambiente. Vir para a Mamede propiciou isso”, conta Marília.

A loja

Uma clientela bem diversa frequenta o Bons Tempos. Colecionadores, curiosos, admiradores. “Mas uma coisa que chama a atenção é que o público jovem parece estar despertando gosto para isso”, conta Carlos.

Segundo Marília, o que mais vende são as peças sacras. “Sempre tem público pra arte sacra”, destaca ela. E a mais antiga peça da loja é justamente uma imagem de Nossa Senhora da Conceição, criação pernambucana, que data do século 17.

(Foto: Leonardo Vila Nova/PorAqui)

Além das peças, a loja conta com um acervo de livros sobre arte, catálogos e outras publicações especializadas sobre antiguidades. São quase 100 títulos disponíveis para consulta.

Outro serviço que a loja oportuniza é o de restauro, com profissionais indicados por Carlos e Marília. “A gente busca indicar aos clientes os melhores restauradores que conhecemos na área”.

E muitas das peças do Bons Tempos já foram alugadas para dar o ar da graça em produções cinematográficas pernambucanas, a exemplo do filme Aquarius, de Kleber Mendonça Filho.

Bons Tempos Antiquário
Rua Mamede Simões, 144 (Loja 2) – Santo Amaro
Segunda a sexta, das 9h às 18h
Telefone: (81) 3222-7944



comment 3 comentários

  1. Boa tarde, Queria saber se compráis peças antigas , como cristaleras, sacra , decoraçao e etc ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *