Quem é quem nos destaques internacionais do MIMO Olinda

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email
Foto: reprodução agendalugano

Olinda será palco do MIMO Festival neste fim de semana (de 17 e 19 de novembro) em diversos polos. Se você já deu uma olhadinha na programação musical e pensou “Putz, não conheço ninguém de fora”, te aperreia não: o PorAqui preparou uma lista com os destaques pra você conhecer quem é quem e escolher os melhores shows.

Entre os destaques nacionais da edição, estão também os pernambucanos Otto e Zé Manoel. Acesse aqui a programação completa.


3MA (foto: Cyrille Choupas)

Além dos shows a céu aberto e dos concertos nas igrejas, o evento tem workshops, programação poética, fórum de ideias e o Prêmio MIMO Instrumental.

Quem é quem?

DIDIER LOCKWOOD (FRANÇA)
📅 17 de novembro
⏰ 20h30
📍Igreja da Sé

Quem curte jazz deve conhecer Lockwood. Ele, violinista de jazz e improvisador, fará o show do MIMO em homenagem à Stéphane Grappelli, seu professor na arte do estilo musical. Ao lado do guitarrista Adrien Moignard e do baixista Diego Imbert, Lockwood mostrará músicas do gipsy jazz (ligadas à história de Grappelli).

ONDATRÓPICA (COLÔMBIA)
📅 
17 de novembro
⏰ 23h30
📍 Praça do Carmo

Ondatrópica é um coletivo concebido pelo instrumentista colombiano Mario Galeano, maestro da banda Frente Cumbiero, e pelo produtor britânico Will Holland. Em sua formação, reuniu artistas de várias gerações e estilos, a fim de que reinterpretassem o patrimônio musical da Colômbia, com um pé na tradição e outro na modernidade.

3MA – BALLAKÉ SISSOKO, DRISS EL MALOUMI E RAJERY (MALI / MARROCOS / MADAGASCAR)
📅 18 de novembro
⏰ 20h30
📍Igreja da Sé, Carmo

O show será de lançamento do novo album Anarouz do trio. Formado pelos músicos Rajery, o renascentista com sua valiha, Ballaké Sissoko, o mágico da kora eDriss El Maloumi, o incrível oudista, o trio tem na base da sua musicalidade as cordas dedilhadas.

Depois de um hiato, os músicos voltaram a tocar em As rotas da escravidão, projeto do gambista, regente e compositor catalão Jordi Savall.

VIEUX FARKA TOURÉ (MALI)
📅 18 de novembro
⏰ 22h
📍 Praça do Carmo, Carmo

Considerado pelo jornal The Guardian como “o novo herói da guitarra africana”, Vieux traz elementos do rock, da música latina, do funk, do R&B e do jazz ao palco do MIMO. O instrumentista, compositor e cantor é filho do respeitado e saudoso guitarrista Ali Farka Touré – que obteve reconhecimento mundial com seu Malian blues. Em turnê mundial, o músico irá apresentar seu novo álbum Samba no show do MIMO.

EMIR KUSTURICA & THE NO SMOKING ORCHESTRA (SÉRVIA)
📅 18 de novembro
⏰ 23h45
📍 Praça do Carmo, Carmo

Só quem escutar vai entender: a música de Emir (foto de capa) e orquestra traz um misto de nostalgia e animação. É possível perceber elementos de música cigana e contemporânea misturados aos sons dos Balcãs e instrumentos elétricos. A banda, livre de qualquer rótulo, se apresenta também no MIMO do Rio de Janeiro.

O repertório do show de sábado (18) traz músicas de todos os discos da banda, desde “Das ist Walter” (1984), quando os críticos a definiram como “gitano–tecno-rock”.

MANEL CRUZ
📅 19 de novembro
⏰ 16h30
📍 Praça do Carmo

O português Manel Cruz é vocalista, guitarrista e letrista da cultuada banda de rock Ornatos Violeta dos anos 90. Ele trará seu show solo pela primeira vez ao Brasil. Intitulado de Extensão de Serviço – Rumo à Idade Mídia, o espetáculo foi apresentado pela primeira vez na edição do MIMO na cidade portuguesa de Amarante.

O músico apresentará composições inéditas e sucessos de carreira, tocando ukulelê, banjo e teclados, acompanhado por Edú Silva (baixo e teclados), Nicot Tricot (flauta transversal, teclados, guitarra elétrica) e António Serginho (percussão e teclados).



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *