2 em 1! Mestre Jorge do taekwondo é Di Farias nas artes plásticas

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email

Ele tem 48 anos, 168 premiações – entre medalhas e títulos em campeonatos de taekwondo – e mais de 4.670 obras de artes espalhadas por 43 países. O recifense Jorge Farias, que há 15 anos escolheu Olinda como sua casa, é a representação da pluralidade da cidade histórica.

A escolha não poderia ser diferente. Foi baseada “no clima bucólico, na atmosfera artística, já que Olinda é a primeira capital nacional da cultura”. Assim Jorge fala sobre o lugar onde mora. Se deseja sair daqui? Na ponta da língua, diz: “Tenho propostas, convites para fora do País, mas sou recifense de nascimento e olindense por escolha”.

Dos seus 48 anos, 35 foram dedicados às artes marciais. E quem vê o rosto sisudo do esportista nem desconfia que, quando ele larga os tatames, encontra paz e tranquilidade na suavidade das telas e pinceis. E acredite: ele é referência nas suas duas artes.

Das 24h do dia, 3h são dedicadas ao esporte, 6 dias por semana. O descanso é só no domingo. A rotina do Mestre Jorge, como é conhecido no taekwondo, é marcada por treino, suor e luta. Ele é o responsável pela academia Olinda Taekwondo Central, na Av. Joaquim Nabuco, no Varadouro.

Ao todo, são 50 alunos sob seu comando. Além de artes marciais, ele ensina sobre a vida. O sucesso de Jorge é tão grande que este ano ele foi citado no livro Grandes Mestres das Artes Marciais do Brasil, lançado em São Paulo pela Editora Bueno.

Falando da conquista, Mestre Jorge dispara: “É como se fosse o Oscar da arte marcial”.

Quando sai dos tatames, Jorge vira o Di Farias, artista plástico referência na cidade. Ele, que estudou desenho no Liceu de Artes e Ofícios, no Recife, e pintura na Meyer Le Bien, em Paris, tem mais de 30 prêmios, entre eles o 1° lugar no Salão de Artes Internacional de Londres.

E essa lista não para de aumentar. Ele foi um dos finalista da Cow Parade.

O segredo do sucesso é dedicação. São 3h de treino e 8h de sono. O resto do dia é dedicado a pensar e fazer arte. Sobre a sua pluralidade peculiar, Jorge diz que “as duas artes são muito próximas. Aparentemente são opostas, mas convergem para o mesmo sentido, se encontram na busca por quem você é”.

Olinda Taekwondo Central
Av. Joaquim Nabuco, 911, Varadouro
(081) 98503-3518 ou 99752-0315
Facebook: olindataekwondocentral

Di Farias
Rua Bispo Coutinho, 155, Ladeira da Misericórdia – Amparo
(081) 99752-0315
www.difarias.com.br



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *