Posto de saúde em Jardim São Paulo: licitação está em andamento

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email
Foto: Geraldo Barbosa/colaboração

Uma ponta de esperança parece surgir em meio a uma espera de mais de quatro anos. A Prefeitura do Recife publicou, na edição de 12 de outubro do Diário Oficial do Município (pág. 23),o andamento do processo licitatório para escolher a nova empresa que concluirá as obras de reforma e ampliação da Unidade Básica de Saúde (UBS) Fernandes Figueira, em Jardim São Paulo, Zona Oeste do Recife.

Está marcada para o dia 21 de novembro a apresentação das propostas das empresas interessadas em tocar as obras. Segundo o Gabinete de Projetos Especiais da PCR, “há prazo de 30 dias para que todo o processo da concorrência pública seja concluído. A partir daí, não havendo intercorrência, é dada a ordem de serviço para início da obra”. De acordo com essa afirmação, tudo indica que entre dezembro de 2017 e janeiro de 2018 as obras devem ser retomadas.

Amplamente divulgados pela prefeitura em março de 2013, os serviços de reforma e ampliação da Unidade Básica de Saúde deveriam ser concluídos em 210 dias. Mas, por divergências contratuais com a empresa anterior, as obras ficaram paralisadas.

A agonia e os transtornos vividos pelos usuários da unidade vêm sendo noticiados pelo PorAqui desde maio. Com o início das intervenções, ainda em 2013, os usuários da UBS passaram a se deslocar até a Ceasa para serem atendidos, e relataram problemas como a grande distância percorrida, a exposição ao perigo e a incapacidade da unidade em atender uma sobrecarga de usuários de duas unidades de saúde – apresentando problemas como falta de médicos e remédios.

Posto provisório

Enquanto a UBS Fernandes Figueira ampliada e reformada não fica pronta, a Prefeitura resolveu adotar uma solução provisória: alugou um imóvel na Rua Frei Atanázio, nº 364, que funcionará como posto de saúde para o atendimento dos usuários da antiga unidade.


(Foto: Geraldo Barbosa/colaboração)

Segundo a PCR, era necessária a realização de adequações para que o imóvel atendesse aos requisitos básicos para funcionar como uma unidade de saúde. Inicialmente, o serviço, iniciado em julho, duraria 15 dias. Após o prazo, em novo contato do PorAqui com a prefeitura, esse prazo se estendeu para 25 dias.

Já se passaram três meses e, em mais um contato com a Prefeitura do Recife, a assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde, por meio de uma nota, garantiu que a unidade ficará pronta até o final da próxima semana.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *