Semana do Caminhar discute a cidade para os pedestres

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email
Foto: Inciti/divulgação

Você anda a pé? Sabia que estamos em plena Semana do Caminhar, uma iniciativa que acontece em nove cidades do Brasil (São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba, Manaus, Juazeiro do Norte, São Carlos, Recife e Porto Alegre) simultaneamente? Pensar um desenvolvimento urbano mais amigável para os pedestres é a pauta da ação, que começou na segunda (7) e vai até a outra segunda (14). No Recife, haverá atividades, chamadas Percursos Sensitivos, nos bairros das Graças, Jaqueira e Torre.

A mobilidade a pé é um dos pilares da Nova Agenda Urbana (NAU), documento chancelado pela ONU-Habitat e que guiará o desenvolvimento do planeta até 2036. No Recife, o Parque Capibaribe, projeto realizado através de parceria entre a Prefeitura do Recife e a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), através do INCITI – Pesquisa e Inovação para as Cidades, traz a questão da cidade mais amigável para o ciclista e o pedestre de maneira extremamente eficaz e que começa a sair do papel, já que as obras começaram no início de junho.

A iniciativa integra a programação nacional da Semana do Caminhar 2017, organizada pelo SampaPé! (SP) e promovida no Recife pelo INCITI, em parceria com o Coletivo Massapê e com apoio da Prefeitura do Recife. Em sua primeira edição, traz o tema: “Caminhar dá liga”. Segundo a organização, “pelo caminhar, todos os meios de transportes são interconectados e as pessoas se ligam mais com a cidade e com outras pessoas”.

A primeira atividade aconteceu na segunda-feira (7), na Vila Santa Luzia, na Torre, com as crianças da Escola Creusa Barreto Dornelas Câmara. Os estudantes foram envolvidos em uma imersão para que pudessem diagnosticar suas experiências de deslocamento de casa até a escola.

Da quarta (9) até a sexta-feira (11), uma série de debates estão abertos ao público, em diferentes espaços de influência do Parque Capibaribe, a fim de incitar a reflexão sobre o caminhar na cidade. Na quinta-feira (10), das 14h às 17h, a beira do rio, no final da Rua das Pernambucanas, abriga o debate sobre gênero e empoderamento feminino na cidade. O tema da mobilidade ativa será discutido na sexta-feira (11), das 14h às 17h, no Econúcleo Jaqueira. Para encerrar a Semana do Caminhar no Recife, a Vila Santa Luzia, na Torre, recebe uma segunda rodada de atividade colaborativa com as crianças da comunidade, na segunda-feira (14).

Programação para Graças e Jaqueira:

Debate – Gênero e empoderamento feminino na cidade: A mulher na construção do espaço público
Quando: Quinta-feira, 10 de agosto de 2017
Onde: Graças, no final da Rua das Pernambucanas, próximo ao Rio Capibaribe.
Hora: 14h às 17h
Debatedoras:
-Lúcia Siqueira (Neguinha), arquiteta urbanista; mestre em desenvolvimento urbano; coordenadora de projetos da ONG Rede Interação;
– Cida Pedrosa, secretária da Mulher do Recife
– Cris Lacerda, sócia do FABLAB e coordenadora Direitos Urbanos
– Isabel Cavalcanti, coordenadora do Meu Recife
– Camila Fernandes, Escola de Ativismo
Aberto ao público

Debate – Mobilidade Ativa
Quando: Sexta-feira, 11 de agosto de 2017
Onde: Jaqueira, Econúcleo do Parque da Jaqueira
Hora: 14h às 17h
Debatedores:
– Nadja Granja, arquiteta e fiscal da 1ª Regional da Dircon
Aberto ao público

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *