Ponto de Parada: nome vem dos tempos do 1º trem urbano da América Latina

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email

Inaugurada em 1867, há exatos 150 anos, a maxambomba do Recife foi o primeiro trem urbano da América Latina. A pequena locomotiva virou passado, cada vez mais os trilhos da capital pernambucana vão perdendo espaço para o asfalto e restam algumas poucas memórias (além da saudade!), como o nome do bairro de Ponto de Parada.

Um dos menores bairros do Recife, com apenas 0,17 quilômetro quadrado de extensão, Ponto de Parada fica entre a Encruzilhada, Rosarinho e o Arruda, sendo entrecortado pela Avenida Beberibe. No livro O Recife e seus bairros, Carlos Bezerra Cavalcanti explica que a maxambomba da linha Beberibe tinha um ponto por ali e por isso a localidade acabou sendo conhecida assim.

LEIA TAMBÉM

Antigo Hipódromo de Campo Grande funcionou até 1898

Você sabia que a história do Clube das Pás vem desde 1888

“Quando só tinha gente humilde, o nome era Ponto de Parada, depois que os ricos chegaram, passaram a dizer que é Rosarinho”, brincava o presidente do Bloco Madeira de Rosarinho, Mauricélio Gomes Daniel, em uma reportagem de 1999 do Jornal do Commercio. Até hoje, é difícil saber onde começa e acaba o bairro.

O PorAqui quer recuperar algumas das passagens históricas dos bairros onde estamos atuando. Você sabe de algum resquício dos tempos do trem na região da Encruzilhada? Conte aqui nos comentários. A foto em destaque nesta reportagem, por exemplo, é da antiga Ponte Duarte Coelho, foi construída para a passagem da maxambomba e destruída em 1915.

comment 1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *