Famílias param Avenida Norte em protesto por moradia

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email
Foto: Eduardo Amorim/PorAqui

Na manhã desta quinta-feira (24), dezenas de famílias ligadas à Organização de Luta por Moradia Digna (OLMD) pararam a Avenida Norte em protesto por moradia, na altura do cruzamento com a Rua Marques do Paraná. Elas incendiaram pneus e segurando cartazes gritavam palavras de ordem pedindo casas para viver.

Todos ali faziam parte de três ocupações na Zona Norte: Bandepe, Casa Amarela e Esperança 1 (no Espinheiro), que é a única delas que não sofreu ordem de despejo, segundo Josenildo Guimarães, liderança da OLMD. Por volta das 8h30, após a chegada dos Bombeiros e da Polícia Militar, as lideranças decidiram seguir em caminhada até a Prefeitura do Recife. Os veículos já voltaram a circular nos dois sentidos da Avenida Norte.

Pneus foram queimados na altura da Praça Castro Alves, conhecida como Praça da Picanha (Foto: Eduardo Amorim/PorAqui)

“São 1.272 cadastradas e que estão esperando auxílio-moradia”, conta Josenildo, dizendo que a Secretaria de Habitação do Governo do Estado conhece o pleito e acrescentando que eles estão lutando também para que seja efetivada a chamada pública de terrenos para os habitacionais nível 1 (baixa renda) do Programa Minha Casa, Minha Vida.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *