Bragantino: uma casa portuguesa, com cerveja!

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email
Foto: Divulgação/O Bragantino

Fundado em 1991, O Bragantino já se tornou uma tradição no Mercado da Encruzilhada. Tem gente de todo o Recife que vai para lá em busca do bolinho de bacalhau e da cervejinha, especialmente nas sextas e sábados.

Português da pequena comunidade de Chacim, em Trás dos Montes, Manoel José Alves trabalhava em padarias antes de ter a ideia de abrir O Bragantino.

Quando chegou ao mercado conseguiu aos poucos ir implantando a culinária dos seus ancestrais e rapidamente acabou transformando o restaurante em uma das mais tradicionais casas portuguesas da cidade.

LEIA TAMBÉM

Pequena e prática lista para consertar (quase) tudo na Encruzilhada

Perdição: uma história do Galego do Peixe do Mercado da Encruzilhada

Até tem um vinho (Casal Garcia) no Bragantino, mas ambiente pede mesmo a cerveja (Foto: Eduardo Amorim/PorAqui)

“Quem sempre cozinha na minha casa é minha mãe, que também é portuguesa, mas quando ele veio para o mercado veio desenvolvendo os pratos de bacalhau e os bolinhos”, conta Flavia Nunes Alves, filha de Seu Manoel, que é gerente do Bragantino e assume em ocasiões como as férias do pai. A mãe dela, Maria Eugenia Nunes, também participa especialmente nos fins de semana, num tradicional empreendimento familiar.

Para beber, a pedida é uma cerveja. “Sempre é o mesmo cardápio, a gente incrementa uma coisa ou outra”, conta Flavia, perguntada se já havia acontecido alguma reformulação no menu. O Bragantino está com um pé na parte mais moderna do mercado, que está sendo reformado e tem recebido novidades como a Reciclo Bikes, mas tem orgulho de sua história e tradição.

Carro chefe entre os petiscos da casa, o bolinho de bacalhau custa R$ 3,50 a unidade. Já entre as refeições, Flavia destaca o bacalhau em posta frito, que por R$ 55 serve até duas pessoas. Mas também há boas opções de pratos comerciais a partir de R$ 15.

O Bragantino
Mercado da Encruzilhada, Box 138/140
Terça a sábado, das 6h às 18h. Domingo, das 6h às 12h

 

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *