Voluntários se reúnem em Casa Forte para ajudar moradores de rua

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email

Toda quarta-feira à noite, um grupo de pessoas sai da Igreja de Casa Forte, na Zona Norte do Recife, pra distribuir comida, amparo e amor a pessoas em situação de rua e pobreza. Motivados pelo exemplo e pela vontade de ajudar o próximo, o grupo de voluntários Samaritanos surgiu em novembro de 2015, a partir de jovens frequentadores da Paróquia.

O grupo cresceu e vem agregando pessoas interessadas em fazer o bem através de atitudes concretas, independente da fé e da escolha espiritual de cada um.

Foto: Samaritanos/divulgação

“Toda quarta-feira dividimos os carros e organizamos as marmitas com cuscuz,  pão com mortadela e salsicha, água e café. Temos oito rotas preparadas, que vão desde a Caxangá até Boa Viagem, passando pelo Centro do Recife, Derby e outros bairros no decorrer do caminho. Normalmente a gente conta uma média de 70 voluntários, mas já chegamos a ter 230 pessoas se revezando numa única noite, em novembro de 2016”, conta uma das coordenadoras, Marcela Ciarlini.

Assim como toda organização sem fins lucrativos, os Samaritanos dependem de doações que podem ser feitas através de comida (doação e elaboração), material descartável ou suporte financeiro.

A entrega pode ser feita nas quartas-feiras, das 20h às 22h, no salão paroquial ou entrando em contato com alguns dos coordenadores ou voluntários. O grupo tem uma página no Facebook, onde estão alguns telefones pra contato e também o email gruposamaritanosrecife@gmail.com.

Foto: Samaritanos/divulgação

Também estão sendo coletados lençóis, toalhas, cobertores, casacos e capaz de chuvas para a população em situação de rua que sofre bastante nas noites de chuva e principalmente para as cidades atingidas fortemente pelas enchentes nas últimas semanas.

 Com estatuto já elaborado, os Samaritanos estão se organizando para se tornar uma associação. Atualmente, aguardam o resultado da segunda fase do Edital para incubação do Porto Social, que possibilita desenvolver negócios sociais de forma empreendedora, provocando impactos significativos.

O grupo também já participou de trabalhos políticos sociais com outros voluntariados do Recife, como um projeto de construção de abrigos populares noturnos que foi entregue à Câmara dos Vereadores.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *