Descubra um jardim secreto no Poço da Panela

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email
Clara Khan, Antonio Pinheiro, Nathália Zouain, Rômulo Menezes e Barbara Kreuzig no terreno (Foto: Raynaia Uchôa)

Por Raynaia Uchôa, jornalista e moradora do Poço da Panela

A Associação dos Amigos e Moradores do Poço da Panela – AMAPP, com o apoio do INCITI/UFPE – Pesquisa e Inovações para as Cidades, está promovendo o primeiro encontro Descobrindo o Jardim Secreto, neste sábado (27), para dialogar com a sociedade sobre soluções colaborativas e ecológicas a respeito de um terreno abandonado.

O evento ocorrerá a partir das 15h no fim da Rua Marquês de Tamandaré, às margens do rio, no bairro do Poço da Panela, na Zona Norte do Recife.

Terreno no fim da Rua Marquês de Tamandaré às margens do Rio Capibaribe (Foto: Raynaia Uchôa)

Tudo começou quando a moradora e artista plástica Clara Khan falou da sua vontade de construir uma horta comunitária no espaço – hoje ponto de despejo de entulho, lixo e usuários de drogas. O recado foi passado para o presidente da AMAPP, Antonio Pinheiro, que já possuía esse sonho em comum.

Juntos eles convidaram amigos de diferentes áreas de atuação, como arquitetura, administração, jornalismo e agronomia, que se encantaram com a proposta e formaram um verdadeiro time para dar o pontapé inicial.

Jardim Secreto do Poço da Panela
Barbara Kreuzig, Antonio Pinheiro, Nathália Zouain, Clara Khan, Felipe Rocha, Augusto Fernandes e
Raynaia Uchôa

Foram diversas reuniões que se revezavam na casa de um e de outro, na associação dos moradores do bairro, nos órgãos públicos e nas visitas para exploração do terreno. O agrônomo e professor Rômulo Menezes, que também faz parte do grupo, conta que a primeira sensação ao conhecer o lugar “foi de surpresa pelo tamanho, beleza e potencial do que pode ser feito ali”.

Lá é possível encontrar uma variedade de vegetação que resiste à ação degradante do homem, “tem coqueiro, cajueiro, bambuzal, bananeira, ipê, aroeira, pau-brasil e mais algumas espécies que ainda não conheço”, completa ele.

A iniciativa e mobilização do grupo fizeram com que a ideia de ressignificação do terreno que possui cerca de 3.000 m² recebesse o apoio do Projeto Parque Capibaribe, convênio técnico entre a Prefeitura da Cidade do Recife, através da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (SDSMA), e o INCITI, rede de pesquisadores da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Descobrindo o Jardim Secreto é um convite para investigar, contemplar e discutir em conjunto ações que possam transformar a paisagem do local em uma nova realidade. “É também uma grande oportunidade para que os vizinhos, moradores e amigos do bairro passem a interagir, se conhecer e comecem a juntar forças para melhorar a qualidade de vida que atinge a todos”, resume Antonio.

Serviço
Descobrindo o Jardim Secreto
Sábado (27), das 15h ao pôr do sol
Onde: no fim da Rua Marquês de Tamandaré, bairro do Poço da Panela, às margens do Rio Capibaribe

comment 12 comentários

  1. Moro aqui no poço da panela, acho uma bela atitude. passo as vezes na passagem do bote q tem nesse local e é bastante esquisito esse local, se acontecer isso vai ficar legal.

  2. Achei a iniciativa muito boa…Isso é cidadania. Não podemos mais esperar ações dos Órgãos Públicos, ou só deles… Temos que ter nossas idéias e juntar forças para que os Projetos se tornem realidade…
    Acredito nas pessoas, não em “políticos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *