De café em café, amigas discutem sexualidade e sensualidade feminina

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email
Foto: divulgação

Magali Marino e Fernanda Rêgo são moradoras de Casa Forte, Zona Norte do Recife, e criaram o projeto Sexualidade Itinerante – De café em café, que terá sua estreia nesta quinta-feira (31), às 19h30, no Oca Xukuru Café, no Poço da Panela.

A ideia do projeto é que a cada mês elas estejam em cafés do Recife conversando sobre sexualidade e sensualidade feminina, além de levar dicas sobre o pompoarismo, prática milenar que consiste no exercício dos músculos pélvicos. A prática traz inúmeros benefícios não só para o prazer sexual, mas principalmente para a saúde da mulher, combatendo 90% dos casos de incontinência urinária.

Magali é psicoterapeuta corporal e sexóloga. Em seu consultório, ela desenvolve um trabalho voltado para a consciência feminina no que diz respeito ao potencial do corpo e como se apropriar dele.

Também ministra palestras, realiza oficinas e cursos de grupos terapêuticos sobre o tema, além de refletir e questionar sobre sexualidade no Blogasmo, blog que pretende quebrar diversos tabus.

“A energia sexual feminina foi reprimida durante milênios e a gente ainda traz resquícios dessa repressão. É uma coisa que está no inconsciente coletivo, principalmente por causa da Igreja, que reprimiu muito o prazer da mulher. Muitas mulheres jovens chegam no meu consultório com dificuldades em exercer e assumir a sua sexualidade e transferem um pouco dessa energia reprimida para o trabalho, pras maquinas tecnológicas. É mais comum do que se imagina”, explica a sexóloga.

Já Fernanda é proprietária da Chica Libre, empresa que trabalha com lingeries e material de sex shop. “É uma empresa que pensa na liberdade da mulher, dela se apropriar da sua sexualidade. Os nosso produtos não são para agradar o homem, mas primeiramente para a mulher se sentir linda pra ela mesma, empoderada, confiante e assim podermos discutir sobre essa sexualidade”, explica.

Com o projeto itinerante, as amigas buscam incentivar o encontro entre mulheres, aprofundando temas de seu interesse e mostrando que sexualidade não tem idade.

“Esse projeto é pra que as mulheres percebam as dificuldades que existem em relação a sua sexualidade, as repressões que elas têm. Quando liberamos esse bloqueio, vivemos de forma muito mais plena em qualquer idade e em todos os âmbitos da nossa vida. As mulheres precisam ter essa clareza das possibilidades que o corpo feminino tem, que são enormes”, aponta Magali.

As inscrições para o encontro custam R$ 12 e devem ser feitas neste link. Pra ficar por dentro das próximas edições, fica ligada no PorAqui.

Serviço
Sexualidade Itinerante – De café em café
Quinta (31), 19h30
Oca Xukuru Café (Rua Álvaro de Macedo, 30, Poço da Panela)
R$ 12 (inscrições pelo sympla)
Informações: 81 98698-9800 (Fernanda) /81 99994-6023 (Magali)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *