Conselheiro da Unesco sugere inclusão de jardins de Burle Marx como patrimônio mundial

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email

O arquiteto mexicano Saúl Alcántara Onofre sugeriu nesta segunda-feira (20), no Recife, a inclusão de seis jardins projetados na cidade pelo paisagista Roberto Burle Marx (1909-1994) na lista indicativa brasileira do patrimônio mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Casa Forte é um dos destaques.

Confira seis histórias que você não sabia sobre a Praça de Casa Forte

Na lista indicativa que o Brasil submeteu à Unesco já consta, desde 30 de janeiro de 2015, o sítio onde o paisagista morou até 1994, em Barra de Guaratiba, no Rio de Janeiro, como candidato ao título de patrimônio mundial. “Seria um erro muito grave do Iphan propor apenas o sítio de Burle Marx”, afirma Saúl Alcántara Onofre.

A lista deveria ser ampliada, diz ele, com a inclusão das praças de Burle Marx que foram tombadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em junho de 2015 e, desde então, são consideradas jardins históricos do Brasil: Casa Forte, Faria Neves, Euclides da Cunha, do Derby, Ministro Salgado Filho e Praça da República com os jardins do Palácio do Campo das Princesas.

Conselheiro da Unesco no Comitê Internacional de Paisagens Culturais, o arquiteto lançou a ideia na abertura do 2º Seminário Internacional Paisagem e Jardim como Patrimônio Cultural, dia 20 de março à noite, no Forte do Brum, localizado no Bairro do Recife. O evento – seminário e workshop – termina sexta-feira próxima.

O arquiteto coordena, pelo México, 2º Seminário Internacional Paisagem e Jardim como Patrimônio Cultural, organizado pelo Laboratório da Paisagem da UFPE e Universidade Autônoma Metropolitana do México, em parceria com o Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU-PE). A coordenação brasileira é da arquiteta da UFPE Ana Rita Sá Carneiro.

Saiba mais no JCOnline


O jornal de bairro evoluiu. No PorAqui, você encontra estações de conteúdo hiperlocal e colaborativo.

Para baixar o aplicativo: Android iOS

Sugestões e colaborações: casaforte@poraqui.news

comment 2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *