Píer que dá acesso ao Parque das Esculturas está deteriorado

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email

Único acesso de recifenses e turistas para atravessarem o Molhe do Recife em direção ao Parque das Esculturas de Francisco Brennand, o píer está deteriorado e oferece riscos a quem embarca e desembarca no local. Além do píer, outros equipamentos sofreram depredação e deterioração natural, como os mirantes instalados ao longo da pista que liga a Praia do Buraco da Velha ao parque.

Leia também:

Retorno da Casa de Banhos ainda depende de uma série de licenças

O guia dos restaurantes mais famosos de Brasília Teimosa

Medo de moradores de Brasília Teimosa é que bairro deixe de ser considerado uma Zeis

O PorAqui percorreu os cerca de dois quilômetros de extensão da pista e constatou deterioração nos três mirantes instalados no caminho, numa guarita da Polícia Militar e num banheiro público, que hoje serve como ponto de tráfico de drogas e carrega marcas de vandalismo.

“Fizeram esse banheiro aí, mas nunca inauguraram. Nem chegaram a instalar os equipamentos, como privada e torneira”, conta o pescador Marcos França, que frequenta o local para fazer manutenção em seu barco. “Agora ele serve de esconderijo de bandido”, acrescenta.

Marcos também reclama de uma guarita que foi instalada para uso da Polícia Militar. “Essa guarita aí toda pichada desse jeito, e não vem nem uma viatura por aqui”.

Os mirantes também não contam mais com corrimãos na rampa e na escada de acesso. Já as escadas têm as ferragens dos degraus expostas. O Parque das Esculturas tem sofrido com ações de vândalos que furtam peças, principalmente as de bronze.

O principal motivo de preocupação é o píer, que é bastante utilizado pelo público e oferece risco. Há um trecho do equipamento que não tem corrimão, e há outro trecho em que o apoio está em pé graças a uma corda.

O barqueiro Deivison Renato afirma que o equipamento está nesta situação há pelo menos seis meses e que o local não recebeu visita de nenhum órgão público. “Nós, barqueiros do Marco Zero, já fizemos um comunicado à Prefeitura. Na Secretaria de Turismo, disseram que iam mandar um órgão para vir aqui para ver como vão fazer isso”, afirmou.

Resposta

A Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb) afirmou que tem um projeto para recuperar o píer e que deve executar a obra nos próximos meses.

A Secretaria de Turismo, responsável pelo Parque das Esculturas, afirmou que entrou em contato com o artista plástico Jobson Figueired para realização de um novo diagnóstico e um orçamento para recuperação das peças que se encontram danificadas.

Já sobre o banheiro público, a Emlurb e a Secretaria disseram não saber de quem é a responsabilidade pelo equipamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *