Carnaval: inscrições abertas, mas desfile de agremiações na semana pré é criticado

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email
Desfile deve sair da Avenida Nossa Senhora do Carmo e ir para a Alfredo Lisboa (Foto: Divulgação)

Atualizado às 16h30 de 9/11.

Apesar de a Prefeitura do Recife ter anunciado a possibilidade de o desfile do Carnaval 2018 ser realizado na Av. Alfredo Lisboa, no Bairro do Recife, durante a semana pré, as agremiações do Grupo Especial do Recife se organizam e discutiem com o poder público a possibilidade de manter a tradição de participarem dos quatro dias de Festa de Momo no Centro da Cidade, na Av. Dantas Barreto.

Agremiações e Secretaria de Cultura do Recife têm se reunido semanalmente para discutir a mudança. De acordo com a Secretaria, associações de todos os segmentos são convocadas, mas a adesão tem sido pequena. Mesmo assim, a representação da gestão municipal adverte que a decisão sobre local e data do desfile precisa ser tomada até o fim deste mês.

Mesmo com o impasse, o Governo Municipal anunciou, nesta quarta (8), a abertura das inscrições para os concursos das diversas categorias representadas na disputa. As inscrições podem ser feitas pelo site da Secretaria de Cultura do Recife ou presencialmente, no Núcleo de Cultura Cidadã, localizado no Pátio de São Pedro, casa 39, em dias úteis, das 9h às 17h. O prazo se encerra no próximo dia 20 de novembro.

Banhistas do Pina inicia preparação para o Carnaval

Rinaldo Lima diz que espera diálogo entre Prefeitura e Federação Carnavalesca (Foto: Eduardo Amorim/PorAqui)

Enquanto isso, dirigentes de agremiações seguem reclamando das mudanças propostas no local e na data. “Somos contra, porque a tradição do desfile é nos dias de Carnaval”, diz Rinaldo Lima, presidente do Clube das Pás Douradas, agremiação que completa 130 anos em 2018.

Apesar de não achar ruim o local do desfile, ele diz que a decisão “pegou de surpresa toda a comunidade carnavalesca e tem muitos componentes que trabalham durante a semana pré-carnavalesca e teriam dificuldade de se apresentar”, ele espera que a Federação Carnavalesca de Pernambuco e as diversas agremiações consigam convencer o Governo Municipal a voltar atrás e realizar o desfile durante os quatro dias de Festa de Momo.

“Eu nunca pensei que um órgão de cultura pudesse pensar nisso: pegar o que tinha de mais tradicional no Carnaval da Cidade e colocar no período pré-carnaval”, comenta Lindivaldo Leite Junior, diretor do Bloco Banhistas do Pina.

“É uma decisão unilateral que prejudica a tradição e coloca as agremiações na invisibilidade. Ou seja, as agremiações carnavalescas, que são tradição, não fazem mais parte do Carnaval do Recife. É uma prévia”, reclama.

Para ele, há um prejuízo em termos de presença de público tanto dos moradores das comunidades das agremiações quanto de turistas, que não poderão passar mais do que os dias de festa na cidade.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *