Trilhas desbravam a verdadeira natureza de Aldeia

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email
Foto: Divulgação

Existe, em Aldeia, uma Aldeia que pouca gente conhece. É uma Aldeia primitiva, das matas, rios e belos caminhos que só quem anda a pé, a cavalo, de moto ou bicicleta consegue acessar. O técnico em informática Anderson Caetano, 27 anos, desde pequeno se embrenhava por essas estradas vicinais e há três anos juntou uns amigos para criar a Trilha Eco Verdejante que, faz questão de ressaltar, “não é operadora de turismo, mas um projeto socioambiental autossustentável”.

Banhos de rio
Banhos de rio fazem parte de todas as trilhas

A “empresa” realiza pelo menos duas trilhas por mês, cada uma com o máximo de 50 participantes, e o objetivo principal é sensibilizar as pessoas, mostrando a situação da Área de Proteção Ambiental em que Aldeia se encontra, estimulando a consciência ambiental e denunciando os problemas encontrados aos órgãos competentes.

LEIA TAMBÉM

Bosque das Samambaias, um santuário ecológico na “Nova Aldeia”

Mesmo sem ciclovias, Aldeia atrai ciclistas

Durante as trilhas os participantes
Durante as trilhas os participantes conhecem a fauna e a flora

Segundo Anderson Caetano, na medida em que as pessoas mantêm contato com a exuberância da flora e da fauna de Aldeia, elas vão criando um vínculo afetivo com a natureza e se sentindo também responsáveis pela preservação.

Não é por outro motivo que a Eco Verdejante promove também trilhas com alunos de escolas públicas da região. Durante as caminhadas as crianças adquirem conhecimentos sobre o que é uma área de proteção ambiental, a importância de se recolher o lixo e várias características do ecossistema local, ao mesmo tempo em que relacionam a isso assuntos de história, geografia, educação física e biologia.

Outra preocupação do projeto é em incentivar o consumo local. Por isso, a maioria dos roteiros têm como destino final um bar ou restaurante, em geral próximos a leitos de rios, onde os trilheiros podem tomar banho e se alimentar.

Os roteiros foram cuidadosamente estudados pelos organizadores
O contato com o verde e com as águas desperta nos trilheiros o cuidado com o meio ambiente

Anderson, que do escritório em que trabalha durante a semana observa a mata preservada da empresa (Ultra Mega Distribuidora de Medicamentos), e sabe de cor a hora em que uma iguana e uma preguiça costumam aparecer diariamente, compara com tristeza como eram os rios daqui na sua infância a como estão hoje.

“Quando eu vinha brincar nas matas de Aldeia, o rio da Paca chegava a ter dois ou três metros em alguns trechos. A gente subia nas pedras e dava saltos mortais. Hoje, com as derrubadas para construção de condomínios, os rios estão secando e raros são os pontos em que ainda se pode tomar banho”, lamenta.

Ele avisa que durante os passeios são distribuídos saquinhos em que não só o lixo produzido pelos trilheiros deve ser colocado, mas também serve para que eles recolham o lixo deixado por outras pessoas.

anderson
Anderson (à direita) mostra a quantidade de lixo recolhido durante uma trilha

Roteiros

A Eco Verdejante organizou onze trilhas diferentes que variam de intensidade e duração. A mais curta tem dois quilômetros e meio e a mais longa, doze quilômetros. Umas incluem banho de lama, banho de bica, mirantes ou visita a hortas orgânicas.

Os passeios custam entre R$ 30 e R$ 45 com direito a lanche, almoço ou café da manhã.

Todas as trilhas são acompanhadas por guias da região, bióloga, profissional para o atendimento de primeiros socorros, transporte para auxílio e lanches saudáveis.

Para saber datas e horários é preciso se informar pelo facebook ou diretamente com Anderson Caetano pelo telefone (81) 9 8688 9168.

Confira as opções de trilhas:

Mata Privê I (2,5 km): Vila da Fábrica – Estádio Municipal Luiz Alexandrino – Primeira instalação hidráulica de Camaragibe – Barragem da queda d´água – Caminhada dentro da mata fechada – Rio do Flamengo e o Antigo Açude chamado de Geladinho. De 2h30 a 3h30 de duração.

Mata do Privê II (4 km): Antigo Açude chamado de Geladinho – Rio do Flamengo – Caminhada dentro da mata fechada – Rio do Beira Rio – Céu Azul. De 2 a 3 horas.

Peroba (10 km): Caminhada pelo verde, rios, horta orgânica, mirante e muito verde.

Restaurante Rei da Cabidela (opcional). Entre 4 e 5 horas.

Oitenta (10 km): Caminhada pelo verde, 4 quilômetros de mata fechada, bica, banho de argila e muito verde. De 4 a 5 horas.

Borralho (5 km): Caminhada pelo verde, rios, mirante e muito verde. Duas a três horas de duração.

Gás (10 km): Caminhada pelo verde, bica, rios, mirante e muito verde. De 4 a 5 horas de caminhada.

Mumbeca (8 km): Caminhada pelo verde, rios, mirante e muito verde. De 3 a 4 horas.

Piim (12 km): Caminhada pelo verde, rios, mirante e muito verde. Duração de 4 a 5 horas.

Brejo (8km): Caminhada pelo verde, rios, mirante e muito verde. De 3 a 4 horas.

Macaíba (10 km): Caminhada pelo verde, rios, mirante e muito verde. De 3 a 4 horas.

Pitanga (8 km): Caminhada pelo verde, rios, mirante e muito verde. De 4 a 5 horas.



comment 13 comentários

  1. Já participei de várias trilhas com a Eco- Verdejante, sob a coordenação de Anderson. Aos amantes da Natureza recomendo que o façam também. Vale a pena.
  2. É maravilhoso o trabalho da trilha eco verdejante, sob a coordenação de Anderson Caetano. Simplesmente linda a interação, preservação e cuidados com o meio ambiente. Recomendo essas trilhas! Vc vai amar!
  3. Se fosse seguro... Ha 10 anos eu andava do km9 ate o 12 e depois voltava por dentro da mata ate o 7/8. Hoje em dia nao rola mais nem ir a Vila Aldeia a pe por causa dos assaltos constantes.
  4. Anderson, sou de Camaragibe e luto pela preservação das matas da nossa cidade, desde cedo o meu pai levava os filhos para dentro da mata e eu me encantei Sou pedagoga e educadora ambiental, desejo participar dessa trilhas com.o grupo. Me.adiciona e avisa qd houver a próxima tá ?
  5. Já participei de trilhas com a Eco Verdejante. Super indico não só para os amantes da natureza, mas quem nunca teve a experiência de trilhar. Ahh e não vão mais querer parar! : )
  6. Já morei em Aldeia gostaria de participar de uma dessas trilhas, gostaria de ser avisado com antecedência quando haverá uma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *