Publicitário Sérgio Pires encontra inspiração artística em Aldeia

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email
Divulgação

Com uma extensa carreira em agências de publicidade, apaixonado por fotografia e pela natureza, o aldeiense Sérgio Pires, 46, vem se rendendo cada vez mais a uma outra paixão, que consegue unir, de uma vez só, aptidões e satisfação pessoal: a pintura.

Mas não só a pintura como ofício ou hobby – a pintura como estado meditativo, num ambiente silencioso e rodeado de mata, que compõe um estilo de vida altamente produtivo e prazeroso.

Prestes a inaugurar sua terceira mostra individual, O Corpo Fala – nesta quinta (3) no Centro Cultural dos Correios, no Bairro do Recife –, Sérgio falou com o PorAqui sobre seu momento de vida e a inspiração que encontra em seu ateliê-casa-estúdio de criação em Aldeia.

Sérgio Pires
De frente para uma mata preservada, o artista se inspira no silêncio e no contato com a natureza

LEIA MAIS:

Em Aldeia, a arte em 3D de Pollyanna Ferreira que “engana os olhos”

Para quem mora em Aldeia, trabalhar no próprio bairro é ter mais qualidade de vida

“Sempre fui atraído por um estilo de vida mais tranquilo. Eu me inspiro no silêncio e, estando em contato com a natureza, desenvolvo minha sensibilidade e minha intuição”, resume. “Meu trabalho tem a ver com estados interiores que são universais, como sentimentos, buscas e espiritualidade. Tudo isso eu encontro na meditação e alcanço quando estou no meu ateliê”.

O ateliê fica no mezanino da casa, no km 6 da Estrada de Aldeia, de frente para uma mata preservada. Ali, ele conta, o silêncio só é quebrado pelo som dos pássaros e dos grilos e é ali mesmo que ele pretende ficar, cada dia, por mais tempo.

“Dei o nome de Aldeia Criativa a este espaço onde pretendo trabalhar com criação, fotografia, design e comunicação. Acho que o ambiente influencia muito a qualidade do meu trabalho e sinto que estou muito mais produtivo desde que parti para trabalhar em home office”, diz ele.

Sobre a exposição que abre esta semana e que vai até 30 de setembro, o artista revela: “A temática está mais relacionada à dança e à expressão corporal, mas não há como negar que meu espaço de criação tem tudo a ver com o estado intuitivo que me fez produzir essa exposição”.

Durante o vernissage, que acontece a partir das 19h, haverá uma performance de dança contemporânea e apresentação de videodança pelo premiado grupo pernambucano Cia. Etc. A entrada é gratuita.

Exposição O Corpo Fala
Centro Cultural Correios Recife
Av. Marquês de Olinda, 262 – Bairro do Recife
De 3 de agosto a 30 de setembro
Informações: 81 3225-5100
Como chegar:



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *