Prefeitura de Camaragibe anuncia que o parque de Aldeia voltará a funcionar

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email
Parque de Aldeia

O parque municipal de Aldeia, que fica no km 10 e é conhecido como Espaço do Saber, deve ser reativado em breve, depois de anos de abandono e descaso. A grande notícia foi dada pelo diretor de Meio Ambiente da Prefeitura de Camaragibe, Célio Muniz:

“A novidade é que conseguimos, como compensação ambiental pela construção de quatro estações do BRT e a ampliação do terminal de passageiros, que a Secretaria das Cidades promova o reflorestamento de 1,2 hectare do parque. Com isso, vamos conseguir também recuperar a nascente do Rio das Pacas, que fica lá, e teremos um bosque para visitação, pesquisa e observação de pássaros”, comemora.

De acordo com o diretor, o Instituto de Tecnologia de Pernambuco (Itep) – que executará o plantio das mudas de árvores nativas da Mata Atlântica – já esteve no local, fez a vistoria e teve a autorização da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) para dar início ao reflorestamento.

Imóvel
O imóvel abandonado no parque poderá ser a nova sede da polícia militar e a delegacia de polícia

Também segundo Célio Muniz, ainda este mês a Secretaria de Meio Ambiente deve enviar à CPRH um novo projeto de uso do parque, já que o anterior foi embargado por prever construções próximas à nascente do rio.

“Nesse novo projeto, já estamos prevendo a colocação de postes de iluminação, restauração de muros e reforma da construção que existe lá, onde poderão funcionar a sede das polícias civil e militar em Aldeia”, explica. Para financiar essas obras, a prefeitura está com um projeto sendo analisado pelo Ministério da Justiça, no valor de R$ 350 mil.

Parque
Atualmente algumas pessoas se arriscam a caminhar na área, sem a menor estrutura

Se tudo der certo, e se depender da empolgação do diretor, ainda este ano Aldeia terá – finalmente, apesar de o parque já ser da prefeitura desde 2011 – seu primeiro espaço público para convivência, atividades físicas e de lazer. Detalhe: com 8 hectares, a área tem o dobro do tamanho do Parque da Jaqueira.

Histórico

O terreno do parque foi desapropriado pela prefeitura em 2011, quando o proprietário derrubou dezenas de jaqueiras, provocando uma comoção geral na comunidade de Aldeia. Na época, a área foi designada como Espaço do Saber e, vinculado à Secretaria de Educação do município, seria uma espécie de “Espaço Ciência” municipal.

A Prefeitura chegou a comprar algumas esculturas de dinossauros, hoje descascadas e cobertas pelo mato.

Logo no ano seguinte, o projeto, que contemplava pistas de caminhada com atividades lúdicas e educativas, anfiteatro e observatório, foi embargado pela CPRH. Na gestão seguinte, o terreno foi desafetado e passou a ser designado como bem público, não mais vinculado à área de Educação.

Desde o início do ano, movimentos sociais como o Fórum Socioambiental de Aldeia e o Movimento Parque do Saber Resiste vêm mantendo conversações com a prefeitura. O próprio prefeito Demóstenes Meira já participou de reuniões com a comunidade se comprometendo a reativar o parque.

Atualmente, a população que deseja fazer exercício físico ao ar livre se arrisca frequentando o espaço, mesmo sem a menor segurança, ou caminhando pela Estrada de Aldeia, que, sem acostamento ou redutores de velocidade por quase toda sua extensão, é outra grande ameaça. Um parque público é mais que urgente – é necessário.

comment 2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *