Mofo: transtorno que vem com as chuvas e a umidade alta

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email
Foto: Pixabay

Quem mora em Aldeia sabe bem que, quando começam as chuvas, o mofo ataca pra valer. Roupas, sapatos, bolsas, livros, móveis, nada escapa e muitas pessoas sofrem com o mau cheiro e a alergia. Na Várzea, na Zona Oeste do Recife, onde a umidade é semelhante à nossa, o PorAqui Várzea correu e listou uma série de dicas para evitar o problema. Bora conferir?

1 – Já mofou? Mãos à obra!

Se as colônias de fungos que adoram umidade foram mais rápidas do que você, não se aflija! Retire tudo que está no guarda-roupa (ou armário), pegue um paninho e limpe o interior do móvel com vinagre de álcool branco, deixando que o líquido evapore naturalmente. O vinagre ajuda a diminuir aquele cheiro de mofado que conhecemos bem.

2 – Abre a porta e a janela e vem ver o sol nascer

O melhor remédio antimofo é, sem dúvida, o sol que brilha no Recife nos outros 300 dias do ano, mas atualmente ele não tem dado as caras. Mesmo assim, quando a chuva der uma trégua, abra as janelas e deixe o ar circular! Abra, também, as portas dos armários e guarda-roupas e deixe assim – a circulação de ar em ambientes úmidos e escuros é importante para evitar o mofo.

3 – Banho é bom, banho é muito bom

Nunca guarde roupas usadas ou sujas dentro do guarda-roupa. Mesmo que elas aparentem estar limpas, qualquer gota de suor ou a gordura natural do corpo são vilãs e podem ajudar o mofo a se desenvolver. E pior: sua roupa pode acabar manchada.

4 – Batalhão de prevenção ao mofo: atacar!

Agora que seu guarda-roupa está limpinho e você já sabe que arejar é importante, procure a ajuda dos antimofos e desumificadores. São vendidos em marcas, tipos e modelos variados e funcionam absorvendo a umidade do ambiente onde são colocados. Mas fica uma dica boa, bonita e barata: um saquinho de tecido + giz branco e você tem um desumificador baratinho! É só fazer vários, colocar nos locais mais críticos e trocar periodicamente. Já, já o verão tá aí de novo. ?



comment 2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *