Friozinho em Aldeia aquece vendas e altera hábitos

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email
Frio em Aldeia movimenta mercado de roupas de inverno

Independentemente do folclore que há sobre o pernambucano sentir frio a 22 graus de temperatura, a verdade é que há tempos os moradores de Aldeia não sentiam o clima esfriar tanto quanto este ano.

Termômetro mostrando 17 graus
O termômetro do carro marca 17 graus na manhã de sexta, 14/7. Foto compartilhada por Raimundo Gesteira no grupo Os Aldeienses

A Apac e o Inmet não têm dados específicos para a região, mas sabe-se que Aldeia tem uma temperatura mais amena em relação aos bairros do Recife graças à altitude (109 metros acima do nível do mar) e maior quantidade de árvores. Por isso, nas bandas de cá as pessoas estão tirando os casacos dos armários e o comércio está se ajustando para atrair os consumidores mais friorentos.

A empresária Márcia Rios, dona da CriCri, loja de roupas infantis e para adultos no km 9,8, conta que desde a semana passada vem percebendo um aumento na venda de artigos de frio, especialmente moletons, cardigans de lã, camisetas de manga longa com capuz e casaquinhos de veludo.

CriCri roupas infantis e de adultos
As vitrines oferecem promoções e exibem casacos e moletons

“As roupas de inverno são sempre mais chiques e a gente nota que as pessoas querem aproveitar esse período para se arrumar mais. Na semana passada saiu tanta roupa de frio que até se acabaram os moletons peluciados, que são aqueles que têm um pelinho por dentro”, explica Márcia, adiantando que já está repondo seus estoques para atender a todos.

Para dormir, as roupas quentinhas também são bem requisitadas neste tempo frio. Eliane Gomes de Oliveira, que há oito anos tem a loja Camilla Roupas de Dormir, também no km 9,8, conta que todo ano, nesta época, recebe clientes procurando por pijamas de flanela, meias e roupas tipo segunda pele.

“Eu mesma tiro minhas botas de inverno, cachecol e casaco do guarda roupa nesta época. A gente vê as pessoas mais bem vestidas, mais elegantes”, elogia. “E este ano já tenho recebido muita gente procurando artigos de inverno e aqui temos muitas opções de roupinhas para dormir mais confortavelmente no frio. Tem esfriado um bocado à noite por aqui”.

Eliane, da Camilla Roupas de Dormir
Eliane aproveita esta época para tirar os casacos e botas do armário

Se os humanos sentem frio, com os animais não é diferente. Quem soube identificar esse filão foi Lúcia Lins, que criou uma linha de roupinhas de crochê para cães. Os casaquinhos, feitos sob medida, variam de R$ 50 a R$ 100, dependendo do porte do animal, e levam até uma semana para serem concluídos.

Roupinhas para pets
Roupinhas de crochê são uma ótima opção para proteger os pets

“Tenho andado ocupada com outros afazeres e o tempo só tem dado para atender às encomendas, mas pretendo dar uma carga maior e começar a entregar nos petshops de Aldeia. Afinal, tem muito animalzinho passando frio por aqui”, diz Lúcia, animada com a renda extra que vem obtendo por conta do frio. Para encomendar uma roupinha é só ligar para (81) 9 7110 2098.

Telefones:
CriCri –  (81) 9 9734-1312
Camilla Roupas de Dormir – (81) 3459-4313

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *