Florestas do Haras de Aldeia ganham novos moradores

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email
Foto: Mila Portela

O Centro de Triagem de Animais Silvestres da CPRH (Cetas Tangara) soltou, nesta quinta (17), vários animais nas matas do condomínio Haras de Aldeia (km 20). Os animais – uma capivara, quatro jacarés e três corujas – foram entregues ao Cetas por moradores ou equipes de resgate. Alguns deles chegaram machucados e, depois de recuperados, estão de volta à natureza.

Milhares de animais silvestres em condições precárias são resgatados em Pernambuco e levados para o Cetas, onde são cuidados, reabilitados e reinseridos na natureza. Clique aqui e saiba tudo sobre o centro.

A capivara solta no Haras ficou famosa, há uma semana, por ter sido resgatada pelo pedreiro José Francisco da Silva no canal dos Torrões e transportada por oito quilômetros num carrinho de mão até o Jardim Botânico. A iniciativa foi noticiada nos principais veículos de comunicação locais e repercutiu nas redes sociais.

Corujas
Duas das três corujas soltas pela equipe da CPRH esta semana

O Haras é um condomínio com mais de 100 hectares de mata preservada que periodicamente recebe animais tratados no Cetas. Somente este ano, em outras oportunidades, foram levados para lá cotias, timbus, jiboias, gaviões, tejus, cágados e espécies variadas de aves.

De acordo com a bióloga Tatiana Clericuzi, do Cetas, muitos animais são capturados das mãos de traficantes pelo Cipoma ou pela brigada ambiental. “A maioria das aves que chega aqui vem de operações policias, muitas delas até chegam maltratadas e precisam de um tempo para serem reintroduzidas ao ambiente”, explica.

Haras
O Haras é um dos condomínios com maior área de mata preservada em Aldeia

A bióloga aproveita para fazer um alerta: se alguém se deparar com um animal silvestre machucado ou perdido, ou pessoas caçando ou comercializando bichos em Aldeia, deve ligar para a Brigada Ambiental de Camaragibe (3456 7100 ou 153), Cipoma (3181 1700) ou CPRH Fauna (3182 8905/3182 8811) que o resgatará e o entregará aos cuidados do Cetas.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *