Castramóvel deve chegar a Camaragibe no início de 2018

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email

Uma antiga reivindicação dos movimentos de proteção animal finalmente vai virar realidade em Camaragibe: a chegada de um castramóvel, que é nada menos que um ônibus equipado com sala de cirurgia capaz de percorrer as comunidades realizando a castração de cães e gatos abandonados ou de famílias de baixa renda.

Em Aldeia, como nas demais localidades de Camaragibe, o abandono de animais é um problema muito sério. Como não são, na sua maioria, castrados, os animais se proliferam e os problemas de saúde pública se multiplicam. Com a aquisição do castramóvel, a Prefeitura de Camaragibe dá um grande passo para reduzir a população de animais nas ruas.

O castramóvel foi adquirido por meio de uma emenda parlamentar do deputado Daniel Coelho, que esta semana recebeu o prefeito Demóstenes Meira, secretários municipais e a presidente da Federação de ONGs de Proteção aos Animais de Pernambuco, Luciane Nascimento.

Em Aldeia, Projeto Patinha quer reduzir população de animais nas ruas

Durante o encontro ficou definido que o ônibus deve chegar ao município no primeiro semestre do próximo ano e a Prefeitura se encarregará de ceder veterinários e medicamentos para castrar os cães e gatos. Já as ONGs ajudarão na identificação dos animais necessitados.

“Essa era uma luta bem antiga. Passamos por outras duas gestões municipais, mas por fim conseguimos sensibilizar o prefeito Meira e pudemos contar com o apoio do deputado Daniel Coelho, que é um parceiro nosso de muito tempo”, elogia Luciane. “Acreditamos firmemente que a castração é a única forma de controlar a população de animais abandonados e por isso este é um momento para se comemorar”, completa.



comment 2 comentários

  1. Manter sobre controle a população de animais de rua é também uma ação que preza pela saude pública. Parabéns por mais esta inicitiva da Gestão Municipal de Camaragibe.
  2. Ao cuidar dos Animais o ser humano cuida de si mesmo e do seu entorno por praticar o bem e a solidariedade. Muito boa esta iniciativa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *