Maciel Melo, o “Caboclo Sonhador”, declara seu amor por Aldeia

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email
Foto: Divulgação

Desde que voltou a morar em Aldeia, há cerca de um ano, o poeta, cantor e compositor Maciel Melo vem produzindo como nunca. Inspirado pela natureza e pelo sossego que só encontra em seu refúgio aldeiense, somente nos últimos 12 meses compôs um disco e escreveu um livro de crônicas.

“Aldeia é meu paraíso. Aqui eu me transporto para a minha infância no Sertão, onde vivia rodeado de natureza – Maciel é de Iguaraci – e me sinto verdadeiramente em casa”, resume, ao abrir o coração sobre sua relação com o bairro para o PorAqui Aldeia.

Até sete anos atrás, ele conta, morava em Aldeia, sua filha estudava na EIA, mas o trabalho o levou a trocar de endereço várias vezes, inclusive para outros Estados, como São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia. Mas em nenhum lugar ele encontrava a identificação que sentia com o “seu cantinho”, para onde terminou voltando em 2016.

O “Caboclo Sonhador” realmente se derrete quando fala de Aldeia: “Eu aqui respiro aliviado. Como muitas vezes tenho que ir gravar ou fazer show no Recife ou noutra cidade, toda vez que saio fico agoniado querendo voltar”, revela, traduzindo um pouco da sensação que todo morador de Aldeia tem.

O “cantinho” de Maciel

Maciel, que mora em um condomínio no km 14, diz que suas únicas companhias hoje em dia são os passarinhos que vivem soltos em seu quintal. Ele curte muito as plantas e só não cria animais porque tem uma agenda muito cheia de viagens e “não teria condições de cuidar como deveria”.

O jardim onde gosta de olhar as plantas e admirar os passarinhos
O jardim onde gosta de olhar as plantas e admirar os passarinhos

Quando está em casa, na maior parte do tempo desfruta de coisas que realmente importam para ele: ler, escrever, compor, escutar música, tocar e simplesmente admirar a natureza. Enquanto dava esta entrevista, por exemplo, “olhava a chuva em seu terraço”.

Mas Maciel nem sempre é tão reflexivo, ele também gosta muito de receber os amigos em casa, onde já tem até um recanto especial para essas ocasiões.

E quando a ideia é sair, há dois lugares em Aldeia, com propostas absolutamente diversas, que ele costuma recomendar: o Bar de Tiba, com um ambiente bem popular, no Vera Cruz; e o “Restaurante de Herculano”, como também é conhecido O Tempo, no km 11, cujo charme maior é a comida preparada sem pressa.

“Herculano tem uma cozinha fantástica e uma área muito bacana. Sempre levo meus amigos para lá”, diz o poeta.

O cantinho preferido de Maciel
O cantinho preferido de Maciel para receber os amigos

VEJA TAMBÉM: Onde comer em Aldeia longe da agitação

Novo disco

Com lançamento previsto para outubro, o novo disco de Maciel tem o título provisório de Outros Trilhos. Ele próprio classifica o trabalho como um disco totalmente diferente dos anteriores, com canções e toadas mais reflexivas, com uma pegada entre a música country e o Sertão nordestino.

Quando perguntado se Aldeia entra nas suas letras, ele se declara de vez: “Ainda não escrevi uma música falando explicitamente de Aldeia, mas com certeza já escrevi muitas inspirado neste lugar maravilhoso”, conclui.



comment 2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *