XepaCult une sustentabilidade e tradição gastronômica no Espinheiro

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email
Foto: Exposição Dila Vieira

A XepaCult (Mostra de Gastronomia de Tradição pelo Consumo Consciente) se muda, neste sábado (11), para a Maumau Galeria, que recentemente lançou a mostra Prato de Artista. As mestras cozinheiras Bárbara Oliveira e Maria Rosária Oliveira, do Povo Indígena Pankararu, irão preparar pratos tradicionais ou novas receitas criadas com as sobras da Feira Agroecológica das Graças.

Feira orgânica das Graças completa 20 anos

Neste mês de novembro, o evento deixa Olinda e passa a recolher a chamada “xepa” da Rede Espaço Agroecológico. Tudo o que não for vendido pelos agricultores, poderá ser utilizado. Na agroecologia, o uso das sobras já é algo bastante comum, seja para troca entre os agricultores, consumo dos animais ou da família e de amigos e, em último caso, na compostagem.

A proposta da XepaCult é estimular o consumo consciente a partir da valorização do patrimônio gastronômico de comunidades quilombolas e povos indígenas de Pernambuco. Na exposição “Tem cheiro de Pitiú”, a fotógrafa macapaense Dila Vieira apresenta uma série de imagens produzidas no Amazonas sobre as tradições da pesca e do preparo de peixes na palha da bananeira.

Foto: Magda da Silva/Divulgação

Exposição

Na Maumau Galeria, o público poderá degustar os sabores da cozinha de tradição indígena, comida limpa, boa e justa, conforme os princípios do movimento Slow Food. Além da comida, a XepaCut promove a exposição fotográfica “Tem cheiro de Pitiú”, de Dila Vieira, e a apresentação musical “O som do barro” com Mestre Nado e convidados.

O evento é realizado neste sábado (11), das 13h às 17h. A entrada e a degustação gastronômica são gratuitas. O Maumau fica na Rua Nicarágua, 173, Espinheiro, Recife.

Almoce bem na Rua da Hora gastando até R$ 20

Foto: Divulgação/XepeCult

 

 

XepaCult – Mostra de Gastronomia de Tradição pelo Consumo Consciente
11 de novembro (sábado), das 13h às 17h
MauMau – Rua Nicarágua, 173, Espinheiro, Recife
Entrada e degustação gratuitas

Domingo é dia de movimentar a economia criativa no Espinheiro

 

 



comment 1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *