Ta San Yuen: sinônimo de comida chinesa e da Rua 48

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email

Muita gente acha que o segredo para um saboroso yakissoba é o óleo de gergelim. Realmente, duas colheres desse cheiroso líquido dão um toque especial no molho de soja, que fica uma delícia. Mas no caso do Ta San Yuen – o famoso Chinês da 48 – o que possibilita efetivamente o restaurante ter uma das melhores relações preço-qualidade do Recife são os vegetais.

Gerente da casa desde 1999, Carlos José dos Santos conta que são gastos semanalmente cerca de 500 quilos só de acelga. Outro vegetal que também é muito utilizado é o chuchu, que tem um gasto maior do que o de cebola (que chega a ser de seis a oito sacos semanais). Para ter ideia, ele conta que o gasto de massa para o macarrão gira em torno de 600 quilos.

LEIA TAMBÉM

Sabor de Beijo atravessa mudanças no mercado e completa 30 anos

Aflitos e Espinheiro: o guia completo dos restaurantes asiáticos

Foto: Eduardo Amorim/PorAqui

Fundado em 1982, o Ta San Yuen é um dos poucos remanescentes de uma época onde os restaurantes do Recife costumavam ter pratos que serviam uma família inteira. Carlos conta que, quando começou a trabalhar no restaurante, a 48 tinha como referência o Cantinho de Camões e uma das novidades no Espinheiro era a recentemente fechada Tia Dondon e nem existia o já tradicional Empório Sertanejo.

Os restaurantes chineses eram quase todos na Zona Sul: Chinatown, Shangai, Canton e Golden Dragon fizeram história. Todos passaram pelo mesmo processo de adaptação. No Chinês da 48, o broto de bambu chegou a ser servido nos principais pratos. Com o tempo, os proprietários viram que não valia a pena trazer o produto de São Paulo em grandes quantidades e ainda ter de ouvir reclamações de clientes, que estranhavam o sabor da iguaria asiática, segundo o gerente do restaurante.

Foto: Divulgação/Chinês da 48

Fundador do Ta San Yuen, Chan Shun Ming é natural de Hong Kong e chegou em São Paulo em 1975. Passou em Campinas e Salvador, antes de abrir seu primeiro restaurante em Olinda em 1981 e finalmente se estabelecer no Espinheiro no ano seguinte. Hoje em dia, ele conta com o apoio integral de sua irmã e sócia Chan Yulk Ying.

Além do campeão de pedidos yakissoba, grandes destaques do Ta San Yuen são o frango xadrez com cogumelos, a carne acebolada e o frango empanado. Geralmente lotado especialmente aos domingos, a dica do gerente Carlos para quem não quer pegar fila nesse dia é chegar antes de 12h ou após 15h. Se não for possível, é melhor pedir pelo delivery do Chinês da 48, que é administrado pela esposa de Chan Shun Ming e faz parte do mesmo grupo.

Restaurante Ta San Yuen
Rua 48, 623, Espinheiro. Fone: (81) 3427-9300
Delivery pelo Chinês da 48

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *