Médico naturalista dá 4 dicas para enfrentar o inverno recifense

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email
Foto: Eduardo Amorim/PorAqui

O médico naturalista Celerino Carriconde participou, até sábado (8), de um curso sobre fitoterapia e alimentação saudável, realizado na MauMau Galeria. Fundador do Centro Nordestino de Medicina Popular, ele dividiu com a esposa Diana Mores a responsabilidade de tocar a oficina de ecogastronomia lá na casinha da Rua Nicarágua, no Espinheiro, Zona Norte do Recife.

O encerramento, que era para acontecer na propriedade onde ele e a enfermeira Diana  moram e cultivam algumas plantinhas fitoterápicas e alimentícias, acabou sendo realizado no Espinheiro, por conta das chuvas pesadas que têm caído na Região Metropolitana do Recife.

Veja, a seguir, algumas das dicas que o médico compartilhou com os 15 felizardos que participaram do curso para enfrentar esse período de chuvas e muita umidade.

Alimentação

Na MauMau, integrantes da oficina plantaram seu próprio trigo orgânico para usar em saladas (Foto: Colaboração/Lorena Maniçoba)

Para o médico naturalista, o maior vilão desse século é o trigo refinado, que causa diminuição da imunidade, diabetes e doenças alérgicas. Ele não costuma indicar nem mesmo os pães naturais ou artesanais, pois “uma fatia de pão integral tem duas colheres de açúcar”.

Na verdade, o sal, açúcar e o trigo refinado e transgênico são um trio que Celerino Carriconde tenta fazer com que todos evitem. Uma dica dele para quem precisa de mais motivação para conseguir dar adeus a essas três perigosas delícias é ler o livro Barriga de Trigo, do médico Willian Davis.

Neste inverno, cheio de umidade e muitas chuvas, a sugestão do naturalista é concentrar ainda mais nos alimentos que ajudam na prevenção de doenças. Ou seja, muitas verduras e frutas como limão, laranja, tangerina, mamão, abacaxi (com cuidado para os diabéticos) e melancia.

Ele sugere ainda o uso diário de cebola ou alho cru como antivirais. Para o médico, o ideal são dois dentes de alho por dia para quem tem pressão arterial normal.

Quem tem pressão baixa deve consumir de um a dois dentes no máximo e adicionar um pouco mais de sal na água. Quem tem pressão alta pode subir ainda mais o consumo, lembrando que uma forma menos desagradável de comer é picar os dentes de alho em pedaços pequenos e misturá-los ao almoço.

Chá de limão e suco verde

A Coca-Cola, refrigerante mais vendido do mundo, da casa de Celerino e Diana Mores é o chá de limão. A dica dele é espremer um limão numa xícara de água morna (não precisa ferver) pela manhã antes da primeira refeição do dia e também à noite.

Além da Vitamina C, o fruto tem a propriedade de alcalinizar o sangue, aumentar a defesa e combater a gastrite. O médico lembra que quando esquenta o limão perde a ação da vitamina, mas sugere que a fruta pode ser usada também no suco verde. Outra opção para aumentar a imunidade é o mel com limão.

Lambedor

Para quem está com as vias nasais entupidas, Celerino indica algumas alternativas de lambedor. Um que é bronco dilatador é o de Espinho de Cigano, que pode ser encontrado nas feiras da Rede Espaço Agroecológico como a de Santo Amaro, às quartas, a partir das 7h, ao lado da Delegacia da Mulher.

Outro que pode ser feito em casa é o lambedor de abacaxi.  Como é expectorante, deve ser tomado ao mesmo tempo em que a pessoa suspender a ingestão de leites e derivados. Celerino sugere que na hora de fazer o lambedor de mamão verde (outra alternativa) ou de abacaxi somente seja utilizado açúcar mascavo orgânico, para evitar os transgênicos e produtos que levaram agrotóxicos no campo.

Para o ambiente

Essa dica é para diminuir a contaminação de micróbios no ar. A pessoa deve cortar uma cebola em fatias, deixar num prato aberto e manter durante todo o dia em um dos ambientes da sua casa. A cebola vai captar as impurezas do ambiente.



comment 4 comentários

  1. Dr. Celerino tem um histórico de competência e dedicação a medicina sem vínculos com interesses comerciais da indústria farmacêutica internacional. Sua militância em favor de uma farmácia popular natural deve ser multiplicada.
  2. O Celerino precisa estudar um pouco mais... trigo transgênico não existe à venda em parte alguma do mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *