Empreendedora reúne quase 40 marcas locais em loja do Espinheiro

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email
Fotos: Vanessa Bahé

Kamila Alves tem 30 anos e, insatisfeita com sua atividade profissional, resolveu arriscar no mundo do empreendedorismo, desde 2014, com a criação de um brechó de roupas itinerante. Ano passado, a empresária apostou na ideia de montar um espaço físico que agregasse várias peças de produção local para venda.

Nasceu a Me Poupe Loja Colaborativa na Rua Conselheiro Portela, no Espinheiro (onde fica também a EVStore), que abriga 39 marcas pernambucanas entre vestuário, acessórios, objetos de decoração e utilidades para casa, antiguidades, plantas, papelaria e jóias artesanais.

Ela inaugurou também no mesmo endereço o sexshop É Fogo, que tem acessórios para casais de todos os tipos (gays, lésbicas, trans, héteros).

Moradora do Espinheiro, Kamila procura ter um estilo de vida simples e se preocupa em valorizar a economia criativa. “Minha ideia sempre foi movimentar a economia de forma diferente, por meio do consumo local e consciente porque tem a ver com minha formação de engenheira agrícola e ambiental, além da sustentabilidade”, diz.

Tamarineira concentra lojas de aviamentos e miudezas

 Na sua loja, a empresária, apesar de achar muitas marcas interessantes, destacou algumas. “A Oush trabalha com estamparia própria e confecciona suas peças. O preço médio de uma camisa masculina de botão é R$ 109,90”, afirma.

“A J3 é uma marca só de shorts muito legal. Também cria sua prórpia estampa e custa em média R$ 69,90. Tem também a Dona Quitéria com foco em modelagens maiores e uma camisa masculina sai a R$ 120. Vou destacar também duas marcas de acessórios bem interessantes e diferentes como A Cápsula (colar da foto acima), com trabalhos em resina e plantas naturais, com preço médio de um colar a R$ 35, e a SiKolarKolou, que trabalha peças em madeira pintadas à mão, ao custo médio de R$ 35 um brinco, por exemplo”, elenca.

Fotos: Vanessa Bahé

O PorAqui aproveitou que Kamila gosta de andar pelo bairro e garimpou peças usadas em brechós, economicamente mais acessíveis, e dicas de produtores locais. Ela destacou o da loja Etiqueta Verde, que fica no mesmo endereço da sua.

“Aqui na EVStore você encontra cada vestido lindo por uma média de R$ 40”, ressalta. Andando mais um pouco, na rua Afonso Batista, Kamila lembrou do brechó da loja colaborativa Cobogó. “Lá tem uma boa seleção de roupas usadas a um preço acessível onde você pode montar seu look com uma média de R$ 100. Assim como na Etiqueta Verde, também vende uma marca local que eu gosto muito do preço, a Zalika, com macaquinhos ou vestidos a R$ 59,90”, relata.

Também no Espinheiro, na Rua da Hora, a empresária ressaltou a Neto Criações, uma fábrica de sapatos do Recife há 27 anos no mercado. “Já comprei aqui e você encontra modelos legais a um bom preço, R$ 79,90”, completa.

Me Poupe Loja Colaborativa e É Fogo
EVStore (Conselheiro Portela, 417, Espinheiro)
Fone: (081) 98279-3159



comment 7 comentários

  1. Me interessaria ver reportagem sobre a loja e serviços da Patrícia Gomes, assim saberia o estabelecimento que não deveria frequentar para não financiar o empreeendimento de um espírito invejoso e desnecessário desses.. Sucesso Kamila e Me Poupe, e que iniciativas como essas que estimulam a produção local e uma economia sustentável sejam cada vez mais presentes em nossa sociedade.. parabéns!
  2. Onde já se viu propaganda de graça em um veículo de circulação nacional? Somente na mente de um bajulador retrasado de um leitor que por certo invoca a inveja em causa própria porque, de certo, no alto de sua oligofrenia, não compreende a diferença entre reportagem jornalística e publicidade gratuita, imaginando que todos são beócios e néscios. Vai com conversa mole para outros da sua laia...
  3. Oa.. tá de parabéns pelo vocabulário utilizado... só me atentaria um pouco mais com o emprego da aliteração e o uso de "por certo" e "de certo" na mesma sentença... no mais, acho que você vai mandar muito bem na redação do enem nas próximas semanas.. =)
  4. Só um imbeciloide imagina que pode enganar o óbvio...esse país é uma colônia da desigualdade porque os imprestáveis sempre maquiam a verdade porque querem levar vantagem em tudo..cala-te, apedeuta
  5. Excelente ideia. Fico verdadeiramente admirado com histórias de Empreendedores. Atuo nesse ramo, também sou empreendedor, mas atuo nos bastidores desse mercado com uma empresa de estamparia. Aproveitando a oportunidade, gostaria de deixar o link da mesma para quem tenha interesse nos bastidores da criação das camisas personalizadas: http://stampartrecife.com.br/
  6. Kamila, parabéns! Não a conheço pessoalmente, mas conheço a 'Me Poupe!' e adoro. Além de muito bom gosto, a energia 'do bem' que rola no lugar agrega pessoas. Vocês espalha bons produtos, boas ideias, bons sentimentos. Com certeza, pra sua vida, as coisas virão de graça e com graça! Do resto... Me Poupe, né!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *