Carona compartilhada é alternativa para diminuir gastos e melhorar o trânsito

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email
Foto: Eduardo Amorim/PorAqui

Em tempos de aumento no preço da gasolina e cidade bastante congestionada, sempre é bom evitar deslocamentos desnecessários. Uma alternativa bastante eficiente para quem é pai de crianças é compartilhar as caronas na hora de ir para a escola. No Colégio Saber Viver, muitas mães e pais fazem um rodízio e ajudam a diminuir o número de veículos na Rua do Espinheiro e na Avenida João de Barros, no Espinheiro, Zona Norte do Recife.

VEJA TAMBÉM:

Carmen Lucia é exemplo de educadora no Espinheiro

Professora do curso de Enfermagem na UFPE, Tatiane Gomes Guedes se juntou desde o ano passado com Michele, que é mãe de um colega do seu filho para fazer um revezamento. “Moramos na Torre, então para otimizar tempo, um carro a menos no trânsito – acho que isso é um fator importante também – eu levo os dois e ela pega”, conta.

Foto: Eduardo Amorim/PorAqui

Além da economia de tempo e dinheiro, Tatiane, mãe de Guilherme Menezes do 2º Ano, conta que seu filho e o amiguinho também vão conversando e interagindo no percurso. Os dois são filhos únicos, por isso a professora acha ainda mais importante a relação com a família de Otávio Monteiro, o outro aluno do Saber Viver que vai na carona compartilhada e a divisão de responsabilidades na educação dos meninos.

CTTU

Nesta volta às aulas, equipes de agentes e orientadores de trânsito estão orientando pais e mães na porta de algumas das escolas do Recife.  A guarda municipal Evelize Seixas estava a serviço da CTTU no Colégio Saber Viver nesta quarta-feira (2) e contou que se todos os pais quiserem entrar no estacionamento  da escola com seus carros vai faltar espaço.

Foto: Eduardo Amorim/PorAqui

Para a agente de trânsito e guarda municipal, iniciativas como a carona compartilhada são importantes para diminuir o fluxo de veículos nas ruas do Recife. “A maioria dos alunos aqui voltam de carro, então os motoristas tem que ter um pouco de paciência”, conta.

Juntamente com outro agente de trânsito e dois orientadores, Evelize estava orientando sobre o respeito à sinalização, especialmente à faixa de pedestres e ajudando a melhorar o fluxo de veículos na Avenida João de Barros. Porém, ela sabe que nem todo dia os agentes estarão na frente da escola e para melhorar realmente o trânsito só com cada um contribuindo com boas  ideias, como a carona compartilhada.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *